Palhaço: o rei da folia

  • Andiara Barbosa Neder
Palavras-chave: Palhaço, Folia de Reis, Catolicismo santorial, religiosidade de origem Africana

Resumo

O presente artigo busca compreender as relações de estreitamento religioso entre a Folia
de Reis, manifestação relacionada ao catolicismo popular (ou santorial) e a religiosidade
de matriz africana. O palhaço será colocado no foco dessa discussão. O brincante de
tanta expressão e popularidade, entendido pelo viés católico como o Rei Herodes, ou até
mesmo o próprio diabo, simbolicamente possui analogias com Exu. Orienta essa
comunicação, a ideia de que os traços da religiosidade afro-brasileira e do catolicismo
santorial estão imbricados intimamente. A partir daí, procura-se entender a relevância
do mascarado da Folia como produto desse processo de síntese cultural. Portanto, nesse
contexto sua posição marginal dá lugar à eminência como representante dessa síntese e
como brincante de grande notoriedade e simpatia junto à assistência.

Referências

ABREU. M.. Festas religiosas no Rio de Janeiro: Perspectivas de controle e tolerância
no século XIX. Revista de Estudos Históricos, Brasil,7,dezembro 1994. p.183-200.
Disponível em: http// biblioteca digital.fgv.br. Acesso em: 28 Mar.2013.
ANTONIAZZI, Alberto. O catolicismo no Brasil. In: Leilah Landim(org.) Sinais dos
tempos: tradições Religiosas no Brasil. Caderno do ISERn° 22, Rio de Janeiro: ISER,
1989, p.13-35.
BERKENBROCK, Volney. Diálogo e sincretismo. Revista Rhema, v.5, n.20, 1999,
p.167-183.
______. A festa nas religiões afro-brasieliras. In: PASSOS, Mauro(org) A festa na vida:
significado e imagens. Petrópolis: Vozes, 2002.
LIMA, Vivaldo da Costa. Festa e religião no centro histórico. Aula proferida no curso
anual de folclore *Antônio Vianan, em 1988, na Academia de Letras da Bahia.
BRANDÃO, Carlos Rodrigues. Os deuses do povo: um estudo sobre religião popular.
Uberlândia: EDUFU, 2007.
GOMES, N.P.M.; PEREIRA, E.A. Do presépio à balança: representações sociais da
vida religiosa. Belo Horizonte: Mazza Edições, 1995.
MARIZ, Cecília. Catolicismo no Brasil contemporâneo reavivamento e diversidade. IN:
Faustino Teixeira e Renata Menezes(orgs.). As Religiões no Brasil: continuidades e
rupturas. Petrópolis: Vozes, 2006, p.53-68.
MONTEIRO, Ausonia Bernardes. A performance do palhaço da folia de reis: estilos,
danças e movimentos. In: LIGIÉRO, Z e SANTOS, C. A. (org.). Danças da Terra:
Tradição, história, linguagem e teatro. Rio de Janeiro, Papel Virtual Editora, 2005.

______. Considerações sobre as lentes afroamericanas: a performance do palhaço da
Folia. Disponível em:
enap2010.files.wordpress.com/2010/.../ausonia_bernardes_monteiro.
NEGRÃO, Lísias Nogueira. Magia e Religião na Umbanda. Revista USP, n° 31, 1996,
p.76-89.
PASSOS, Mauro. O catolicismo popular. In: PASSOS, Mauro(org.). A festa na vida:
significado e imagens. Petrópolis: Vozes, 2002.
SLENES, Robert W.. A árvore de Nsanda transplantada: cultos kongo de aflição e
identidade escrava no Sudeste brasileiro, no século XIX. In: FURTADO, Júnia. F. &
LIBBY, Douglas Cole(orgs.). Trabalho livre, trabalho escravo Brasil e Europa, séculos
XVIII e XIX. São Paulo: Annablume, 2006.
SOUZA, Marina de Mello e. Catolicismo negro no Brasil: santos e minkisi, uma
reflexão sobre miscigenação cultural. Afro-Ásia, Salvador, UFBA, v.28, p.125-146,
2002.
______. Santo Antônio de Nó-de-Pinho e o catolicismo afro-brasileiro. Tempo, Revista
do Departamento de História da Universidade Federal Fluminense, Rio de Janeiro, Sette
Letras, v.6, n.11, 2001.
SWEET, James H. Catolicismo Africano no Mundo Português. In: Recriar África:
cultura, parentesco e religião no mundo afro-português.(1441-1770). Lisboa: edições
70, 2007, Cap.9 p.225-253.
______. O Impacto das Crenças Religiosas Africanas no Catolicismo Brasileiros. In:
Recriar África: cultura, parentesco e religião no mundo afro-português.(1441-1770).
Lisboa: edições 70, 2007, Cap. 10- p.255-265.
Como Citar
BARBOSA NEDER, A. Palhaço: o rei da folia. Sacrilegens , v. 11, n. 2, 11.