As origens do culto de Cosme e Damião

Autores

  • Júlio Cesar Tavares Dias

Palavras-chave:

Cosme e Damião, origens da devoção, Igreja de Igarassu

Resumo

Cosme e Damião são santos católicos que foram médicos. Eles teriam exercido a
medicina sem nunca cobrar nada, por isso são chamados de “anargiros”, ou seja, que
não são comprados por dinheiro. São mártires, mortos por não se curvarem diante dos
deuses pagãos, tendo sido acusados de “inimigos dos deuses”. A devoção a Cosme e
Damião é antiga no Brasil. Já em 1535 foi construída a primeira igreja em homenagem
aos gêmeos na cidade de Igarassu, Pernambuco, após os portugueses terem vencido os
índios caetés. Nossa comunicação objetiva investigar as origens desse culto e historiar a
chegada da devoção ao Brasil com a construção da igreja dos gêmeos em Igarassu.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ARAÚJO, Maria de Almeida de. O culto a “São Cosme e Damião” na Bahia.
Disponível em:
<http://www.frb.br/ciente/2006_2/psi/psi.araujo.f1__rev._vanessa_12.12.06_.pdf>.
Acesso em 30 jul. 2010.
BASACCHI, Mario. São Cosme e São Damião: biografia e novena. São Paulo:
Paulinas, 2003.
BASILICA of Saints Cosmas & Damian. The Franciscans. Disponível em:
<http://www.franciscanfriarstor.com/archive/theorder/Basilica/index.htm>. Acesso em:
21 nov. 2014.
BÍBLIA. Português. A Bíblia Sagrada: Antigo e Novo Testamento. Trad. João Ferreira
de Almeida. 2. ed. rev. e atual. São Paulo: Sociedade Bíblica do Brasil, 1993.
BIBLIOTECA PÚBLICA DO MUNICÍPIO DE IGARASSU. Igarassu: informações
municipais. Igarassu, 2011.
BUENO, Daniel Ruiz (Ed.). Acta de los mártires: texto bilíngue. 5. ed. Madri:
Biblioteca de Autores Cristianos, 2003.
CACCIATORE, Olga Gudolle. Dicionário de cultos afro-brasileiros: com a indicação
da origem das palavras. 3. ed. Rio de Janeiro: Forense
COSMAS AND DAMIAN. New Catholic Enciclopedia. Washington, D. C.: Catholic
University of America, 1967. p. 361.
COSME e Damião: Bahia singular e plural. Direção: Josias Pires. Bahia: TVE Bahia.
YouTube, 19 out. 2012. Disponível em:
<http://www.youtube.com/watch?v=5eTxdavADnE>. Acesso em: 10 ago. 2013.
COSME e S. Damião, médicos, mártires, +303, S. Amor mariano, 26 set. 2013.
Disponível em: <http://www.amormariano.com.br/igreja/liturgia-diaria-26092013-scosme-e-s-damiao/>. Acesso em: 21 nov. 2014.
DANIELOO, Jean; MARROU, Henri. Nova história da Igreja: dos Primórdios a São
Gregório Magno. Petrópolis, RJ: Vozes, 1966.
DIAS, Júlio César Tavares. Um simples doce - sobre a prática de dar e receber o doce
de Cosme e Damião. In: SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE TEOLOGIA E
CIÊNCIAS DA RELIGIÃO DA UNICAP, 3., 2010, Recife, PE. Anais ..., 2010.
DI BERARDINO, Angelo (Ed.). Dicionário patrístico e de antiguidades cristãs. Trad.
Cristina Andrade. Petrópolis, RJ: Vozes, 2002.
ENCYCLOPEDIA BRITANNICA DO BRASIL PUBLICAÇÕES LTDA. Nova
Enciclopédia Barsa. Rio de Janeiro; São Paulo, 1997. v. 4.
FEDERAÇÃO DAS CONGREGAÇÕES MARIANAS DE SÃO PAULO. Vidas de S.
Cosme e Damião e de S. Cesário, Médicos. São Paulo, 1935.
FIGUEIREDO, Celeno de. Vidas e Milagres de S. Cosme, S. Damião e S. Jorge:
apêndice com hinos, preces e pontos cantados e riscados na Umbanda. Rio de Janeiro:
Baptista de Souza & C., 1953.
FOXE, John. O livro dos mártires. Trad. Almira Pizetta. São Paulo: Mundo Cristão,
2005.
HARROLD, Jillian. Saintly doctors: the early iconografy of SS. Cosmas and Damian in
Italy. 2007. 393 f. Tese (Doctor of Philosophy in History of Art) – Department of
History of Art, University of Warwick, Warwick, 2007.
HELDELANE Igarassu - Igreja dos Santos Cosme e Damiao. YouTube, 11 abr. 2011.
Disponível em: <http://www.youtube.com/watch?v=8szLsX1HV2M>. Acesso em: 10
ago. 2013.
IGREJA MATRIZ DOS SANTOS COSME E DAMIAO DA ORDEM
FRANCISCANA. Painel. Igarassu, 4 painéis, 1729.
IWASHITA, Pedro. Maria e Iemanjá: análise de um sincretismo. São Paulo: Paulinas,
1991.
LUCAS, Bárbara. Grandes Santos e Figuras Veneráveis. Nova Enciclopédia Católica.
Vol. 5. Rio de Janeiro: Editora Renes, 1969.
MARTINS, Leopoldo Pires. Prolegômenos. In: VATICANO. Martirológio Romano. 3.
ed. vaticana. Trad. Frei Leopoldo Pires Martins. Petrópolis, RJ: Vozes, 1954. p. 5-12.
MONDONI, Danilo. História da Igreja na Antiguidade. São Paulo: Loyola, 2001.
MOTT, Luiz. Santos e santas no Brasil colonial. Fortaleza: Fundação Waldemar
Alcântara, 1994.
PEREIRA DA COSTA, Francisco Augusto. Anais Pernambucanos, Recife, v. 1, 1983.
PERNAMBUCO tem e primeira igreja em homenagem a Cosme a Damião. Uol, 2011.
Disponível em: <http://ne10.uol.com.br/canal/kids/noticia/2011/09/27/pernambuco-tema-primeira-igreja-em-homenagem-a-cosme-e-damiao-300048.php>. Acesso em: 21 nov.
2014.
PREFEITURA DE IGARASSU. Igarassu: refletindo sobre o patrimônio cultural.
Igarassu, 2010.
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO URBANO DA
FACULDADE DE ARQUITETURA DA UFPE. Igarassu: proposições urbanológicas.
Estudos Urbanológicos,n. 2. Recife: UFPE, 1974.
ROBERTO, Michelino. O Estado de São Paulo, São Paulo, 28 set. 2000.
SILVA, Leny de Amorim; ALHEIROS, Lúcia Helena Souza. Visão Histórica: Igarassu
e Olinda. Recife: Comoci, 1986.
SILVA, Leonardo Dantas. A Igreja Mais Antiga do Brasil. A Relíquia, 2011. Disponível
em: <http://jornalareliquia.blogspot.com.br/2011/01/igreja-mais-antiga-do-brasil.html>
Acesso em: 17 set. 2013. 2011
SODRÉ, Naira. Igreja está pronta para a festa de Cosme e Damião. Tribuna da Bahia,
Salvador, 27 set. 2012.
SOUZA, Urbano Gregório de. Vida de São Cosme e Damião. Aparecida, SP: Santuário,
1991. (Festa de São Cosme e São Damião – Literatura de Cordel).
VATICANO. Martirológio Romano. 3. ed. vaticana. Trad. Frei Leopoldo Pires Martins.
Petrópolis, RJ: Vozes, 1954.

Downloads

Como Citar

TAVARES DIAS, J. C. . As origens do culto de Cosme e Damião. Sacrilegens , [S. l.], v. 11, n. 1, 2014. Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/sacrilegens/article/view/26773. Acesso em: 1 mar. 2024.

Edição

Seção

Temática Livre