O primado da experiência e a intencionalidade da consciência: Friedrich Schleiermacher e a fenomenologia da religião

  • Davison Schaeffer de Oliveira
  • Fábio Henrique de Abreu
  • Vítor Gomes da Silva
Palavras-chave: consicência, fenomenologia, primado da experiência, intencionalidade, dependência

Resumo

O objetivo deste artigo é apresentar, sinteticamente, o pensamento de Friedrich D. E. Schleiermacher (1768-1834) e a possibilidade de uma relação com a fenomenologia da religião. Pretende-se buscar uma aproximação entre a análise acerca do sentimento de dependência absoluta, tal como prefigurada nos Über die Religion e desenvolvida na Glaubenslehre, e a ênfase na experiência da consciência operada pela fenomenologia. Demonstramos que o fato de Schleiermacher abordar a essência da religião, bem como sua preocupação com o primado da experiência enquanto uma estrutura pré-conceitual, possibilita classificá-lo como um proto-fenomenólogo.

Referências

ADAMS, Robert M. Faith and Religious Knowledge. In: MARIÑA, Jacqueline. (Ed.).
The Cambridge Companion to Friedrich Schleiermacher. New York: Cambridge
University Press, 2005.
ARNDT, Andreas. Kommentar. In: KIMMERLE, Heinz. (Ed.). Friedrich
Schleiermacher Schriften. Frankfurt: Deutscher Klassiker Verlag, 1996.
BRANDT, Hermann. As ciências da religião numa perspectiva intercultural: a
percepção oposta da fenomenologia da religião no Brasil e na Alemanha. Estudos
Teológicos, v. 46, n. 1, São Leopoldo, 2006, pp. 122-151.
CROUTER, Richard. Introduction. In: Friedrich Schleiermacher. On Religion: Speeches to its Cultured Despisers. Cambridge University Press, 1988.
DREHER, Luís H. Dependência e liberdade: Schleiermacher, Schelling e os modos da relação com o Absoluto. Numen, v. 7, n. 2, ago./dez., 2004, pp. 59-77.
FERNÁNDEZ, Arsenio Ginzo. La filosofía de la religión en Hegel y Schleiermacher. Logos: Anales Del Seminario de Metafísica, n. 16, 1981, pp. 89-118.
FILORAMO, Giovanni, PRANDI, Carlos. As ciências das religiões. São Paulo: Paulus, 1999.
KANT, Immanuel. Crítica da Faculdade do Juízo. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2005.
KROLICK, Sanford. Through a Glass Darkly: What is the Phenomenology of Religion? International Journal for Philosophy of Religion, v. 17, n. 3, 1985, pp. 193-199.
OTTO, Rudolf. Das Heilige: über das Irrationale in der Idee des Göttlichen und sein Verhältnis zum Rationalen. 35. ed. München: C. H. Beck, 1963.
SCHLEIERMACHER, Friedrich D. E. The Christian Faith. Edinburgh: T. & T. Clark, 1989.
______. Über die Religion: Reden an die Gebildeten unter ihren Verächtern. In: KIMMERLE, Heinz. (Ed.). Friedrich Schleiermacher Schriften. Frankfurt: Deutscher
Klassiker Verlag, 1996.
SCHAEFFLER, Richard. Filosofia da Religião. Lisboa: Edições 70, 1992.
SÜSKIND, Hermann. Der Einfluss Schelling auf die Entwicklung von Schleiermacher System. Tübingen: Verlag von J. C. B. Mohr (Paul Siebeck), 1909.
WILLIAMS, Robert R. Schleiermacher and Feuerbach on the Intentionality of Religious Consciousness. The Journal of Religion, v. 53, 1973, pp. 425-55.
ZUESSE, Evan M. The Role of Intentionality in the Phenomenology of Religion. Journal of the American Academy of Religion, v. 53, n. 1, 1985, pp. 51-73.
Publicado
2010-03-25
Como Citar
SCHAEFFER DE OLIVEIRA, D.; HENRIQUE DE ABREU, F.; GOMES DA SILVA, V. O primado da experiência e a intencionalidade da consciência: Friedrich Schleiermacher e a fenomenologia da religião. Sacrilegens , v. 7, n. 1, p. 18-32, 25 mar. 2010.