A OPÇÃO PELO RETRATAMENTO NÃO CIRÚRGICO NA PRESENÇA DE PINOS INTRARRADICULARES: RISCOS E BENEFÍCIOS

  • Ricardo Toledo Abreu
  • Jaiane Bandoli Monteiro
  • Edson Barroca de Medeiros
  • Celso Neiva Campos
Palavras-chave: Retratamento não cirúrgico. Pinos intrarradiculares. Remoção de pino.

Resumo

Introdução: O retratamento não cirúrgico é uma opção de tratamento quando ocorre o insucesso no tratamento endodôntico, porém, em muitos casos, há necessidade da remoção prévia de pinos intrarradiculares. Objetivo: Esta revisão de literatura tem como objetivo citar os riscos e os benefícios da opção pelo retratamento endodôntico não cirúrgico na presença de pinos intrarradiculares, bem como citar materiais e técnicas para a remoção de diferentes tipos de pinos. Conclusão: A opção pelo retratamento endodôntico não cirúrgico, em casos em que há necessidade de remoção de pinos, é segura e de índice de sucesso considerável, por isso, deve-se levar em conta o conhecimento de técnicas e os fatores que podem influenciar durante o processo, a fim de prevenir acidentes, bem como saber que apenas a presença do pino intrarradicular não é indicação para o tratamento cirúrgico.

Publicado
2018-02-01