PERFIL SOCIOECONÔMICO DE 820 MULHERES ATENDIDAS NO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA

  • Tamara Cristina Gomes Ferraz Rodrigues
  • João Luis Carvalho Tricote dos Santos
  • Igor Vilela Brum
  • João Matheus de Castro Rangel
  • Bruno Eduardo Pereira Laporte
Palavras-chave: Saúde pública. Perfil de saúde. Opinião pública. Classe social. Planejamento em saúde.

Resumo

Introdução: A manutenção da boa saúde da mulher envolve atitudes preventivas e cuidados específicos através de políticas de saúde, as quais demandam uma avaliação abrangente da história socioeconômica das pacientes para serem efetivas. Objetivos: Caracterizar o perfil socioeconômico das usuárias do Hospital Universitário da Universidade Federal de Juiz de Fora (HU-UFJF) e compará-lo aos dados do IBGE e do PNAD, de forma a avaliar a representatividade amostral perante a população brasileira. Métodos: Estudo transversal, observacional e descritivo realizado com 820 usuárias do HU-UFJF mediante entrevista estruturada. Para análise, foi aplicado o Teste Quiquadrado, p-valor ≤0,05 e intervalo de confiança de 95%. Resultados: A idade média das pacientes foi de 42,7 anos (+/- 12,8); 70,7% residiam em Juiz de Fora, sendo as demais provenientes de outras 73 cidades do Sudeste brasileiro; 92,9% relataram morar em área urbana; 45,9% afirmaram ter cursado o ensino fundamental; 55,3% declararam viver em união conjugal; e 37,4% relataram ter renda familiar entre 2,0 e 4,0 salários mínimos. Conclusões: A amostra estudada apresentou características que se aproximaram às da população do Censo de 2010 do IBGE, logo, pode ser entendida como representativa da realidade de populações de unidades públicas de saúde, podendo servir de base para outros estudos.

Publicado
2018-02-01