HISTOFISIOLOGIA E CLASSIFICAÇÃO DAS QUEIMADURAS: CONSEQUENCIAS LOCAIS E SISTÊMICAS DAS PERDAS TECIDUAIS EM PACIENTES QUEIMADOS

  • Carolina de Lourdes J. V. Rocha
Palavras-chave: Pele. Histomorfologia. Histofisiologia. Queimaduras.

Resumo

As queimaduras são lesões desencadeadas por agentes físicos, químicos, elétricos e térmicos que resultam em níveis variados
de perda tecidual. O grau com que estas lesões danificam a pele depende de muitas variáveis, incluindo a duração e
intensidade de contato com o agente agressor, a espessura da pele da região anatômica acometida, tamanho da área exposta,
vascularização local e idade. Ainda, a perda tecidual é um dos fatores prognósticos destas lesões fornecendo clinicamente a
base para a classificação destas lesões, o que faz com que a compreensão da histomorfologia da pele seja fundamental para
o entendimento da fisiopatologia das queimaduras. O presente trabalho aborda os mecanismos fisiopatológicos envolvidos
nas queimaduras e os vários critérios de classificação destas lesões, buscando fornecer subsídios teóricos para tal compreensão
através de uma revisão de literatura abordando a histofisiologia da pele.
Publicado
2010-12-08