A FORMAÇÃO LEITORA NO ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO DO CAp UERJ

  • Gregory Magalhães Costa
  • Luiz Carlos Coelho de Oliveira

Resumo

Qual papel a escola vem desempenhando na formação leitora dos estudantes? Quais fatores incentivam a leitura? Como ela principia? Este artigo visa refletir tanto sobre estas questões quanto em relação ao perfil leitor dos educandos de Ensino Fundamental II e Médio do CAp UERJ a partir do levantamento de dados realizado por meio de produção textual, intitulada “autobiografia literária”, de modo a coletar relatos espontâneos oriundos de um mínimo de coordenadas, que forneçam dados mais precisos e fidedignos. Pensando o papel de um Colégio de Aplicação na nossa sociedade atual por meio da perspectiva da luta de classes e dos aparelhos ideológicos de Estado, pretende-se fornecer um panorama geral da formação de leitores para refletir sobre a possibilidade da construção de uma educação mais crítica, criativa e democrática.

Palavras-chave: CAp UERJ. Formação leitora. Leitura crítica. Política pedagógica. Libertação.

Biografia do Autor

Gregory Magalhães Costa

Professor Adjunto do CAp UERJ, bacharel, licenciado, mestre em Literatura Comparada e doutor em Literatura
Brasileira pela UFRJ.

Luiz Carlos Coelho de Oliveira

Professor adjunto do CAp UERJ. Licenciado em Letras pela PUC-Rio. Pela mesma universidade, obteve o título
de mestre em Letras (Estudos Literários) e de doutor em Literatura e Cultura. Cursou parte do doutorado, com
bolsa-sanduíche, na Universidad Nacional de Rosario (Argentina).

Publicado
2020-07-29