Efeitos da metodologia de formação esportiva tradicional sobre as qualidades físicas de escolares de 12 anos

Autores

  • Alam Reis Saraiva Universidade Castelo Branco
  • João Bitencourt Silva Universidade Castelo Branco
  • Gerson Cruz Monte Universidade Castelo Branco
  • Maria Dias Portal Universidade Castelo Branco
  • Estélio Martin Dantas Univerastelo Branco

Palavras-chave:

Desenvolvimento Infantil. Crescimento. Adolescente. Atividade Motora.

Resumo

O estudo teve como objetivo avaliar os efeitos da metodologia de formação esportiva tradicional sobre as qualidades físicas de escolares de 12 anos, submetidos a 16 semanas de intervenção. A amostra foi composta por 40 crianças do gênero masculino, divididos em 2 grupos: GT (n=20) e GC (n=20). Para a avaliação da Maturação Biológica foi utilizado o RX de mão e punho através do protocolo Greulich-Pyle. Para determinar a massa corporal e a estatura dos indivíduos utilizou-se uma balança com estadiômetro da marca FILIZOLA. Para avaliação das qualidades físicas foram realizados os seguintes protocolos: coordenação (teste de Burpee), força explosiva (Sargent Jump Test), resistência aeróbica (Shuttle Run Test), agilidade (Shuttle Run), velocidade (teste de velocidade de 50 metros lançado) e Flexibilidade (Testes Angulares de Goniometria). O procedimento estatístico utilizado na análise intragrupos foi o teste t-Student pareado ou de Wilcoxon, quando apropriado e para a avaliação intergrupos, foi utilizado o teste não paramétrico de Kruskal Wallis seguido das comparações múltiplas pelo teste de Mann-Whitney com um nível de significância de α £ 0,05. Nas comparações intergrupos, observaram-se diferenças significativas nas variáveis agilidade (D%= -42,88%, p= 0,004) e coordenação (D%= 52,89%, p= 0,011). As demais variáveis não apresentaram diferenças significativas. Os resultados permitiram concluir que a utilização de uma metodologia tradicional se mostrou mais eficaz no desenvolvimento da coordenação e da agilidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alam Reis Saraiva, Universidade Castelo Branco

Laboratrio de Biociência da Motricidade Humana; Educação Física.

João Bitencourt Silva, Universidade Castelo Branco

Laboratrio de Biociência da Motricidade Humana; Educação Física.

Gerson Cruz Monte, Universidade Castelo Branco

Laboratrio de Biociência da Motricidade Humana; Educação Física.

Maria Dias Portal, Universidade Castelo Branco

Laboratrio de Biociência da Motricidade Humana; Educação Física.

Estélio Martin Dantas, Univerastelo Branco

Laboratrio de Biociência da Motricidade Humana; Educação Física.

Downloads

Publicado

2010-04-02

Como Citar

1.
Saraiva AR, Silva JB, Monte GC, Portal MD, Dantas EM. Efeitos da metodologia de formação esportiva tradicional sobre as qualidades físicas de escolares de 12 anos. hu rev [Internet]. 2º de abril de 2010 [citado 27º de janeiro de 2023];35(4). Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/hurevista/article/view/669

Edição

Seção

Artigos Originais