Atenção primária à saúde no Brasil: adolescência, desinformação e infecções sexualmente transmissíveis

Autores

  • Camila Almeida de Freitas Secretaria Municipal de Saúde de Campo Grande https://orcid.org/0000-0002-9656-7380
  • Andrezza Soldera Universidade Federal de Mato Grosso do Sul https://orcid.org/0000-0001-9000-5179
  • Grazielli Rocha de Rezende Secretaria Estadual de Saúde
  • Aline Thomaz Martins Secretaria Municipal de Saúde de Campo Grande
  • Ana Carolina Garcia Braz Trovão Centro Universitário Municipal de Franca https://orcid.org/0000-0001-5165-3667
  • Soraya Solon Universidade Federal de Mato Grosso do Sul https://orcid.org/0000-0002-6092-856X
  • Rodrigo Guimarães dos Santos Almeida Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

DOI:

https://doi.org/10.34019/1982-8047.2022.v48.37729

Palavras-chave:

Enfermagem, Saúde do Adolescente, Atenção Primária à Saúde, Sexualidade, Ensino Fundamental e Médio

Resumo

Introdução: As infecções sexualmente transmissíveis (IST), principalmente na população jovem, apresentam-se como um problema de saúde pública a nível mundial. Objetivo: Identificar o conhecimento de adolescentes escolares sobre IST e acessibilidade ao serviço de saúde. Método: Trata-se de um estudo descritivo, qualitativo, desenvolvido com 13 adolescentes, estudantes de uma escola municipal de uma capital da região centro-oeste, Brasil. Resultados: A análise das entrevistas proporcionou a identificação de três categorias temáticas: conhecimento e desconhecimento sobre o assunto; a importância da educação sexual na busca de respostas e o elo inexistente com o sistema de saúde. Conclusão: Evidenciou-se que os participantes apresentaram algum conhecimento sobre a prevenção de IST, porém a maioria desconhece a sintomatologia e formas de transmissão destas infecções.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Habigzang LF, Diniz E, Koller SH. Trabalhando com adolescentes: teoria e intervenção psicológica. 1. ed. Porto Alegre: Artmed; 2014.

Carneiro RF, Silva NC, Alves TA, Albuquerque DO, Brito DC, Oliveira LL. Sex education in adolescence: an approach in the school contexto. SANARE. 2015; 14(1):104-8.

Chaves AC, Bezerra EO, Pereira ML, Wagner W. Knowledge and attitudes of a public school‘s adolescents on sexual transmission of HIV. Rev Bras Enferm. 2014; 67(1):48-53. doi.org/10.5935/0034-7167.20140006.

Portela GZ. Atenção primária à saúde: um ensaio sobre conceitos aplicados aos estudos nacionais. Physi. 2017; 27(2):255-76. doi.org/10.1590/s0103-73312017000200005.

Ministério da Saúde (BR). Secretaria de Vigilância em Saúde. Boletim epidemiológico de sífilis [Internet]. [citado em 2021 mar 28]. Brasília: 2020. Acesso em: http://www.aids.gov.br/pt-br/pub/2020/boletim-sifilis-2020

Ministério da Saúde (BR). Secretaria de Vigilância em Saúde. Boletim Epidemiológico HIV/AIDS [Internet]. [citado em 2021 abr 03]. Brasília: 2020. Acesso em: http://www.aids.gov.br/pt-br/pub/2020/boletim-epidemiologico-hivaids-2020

Pereira GFM, Pimenta MC, Giozza SP, Caruso AR, Bastos FI, Guimarães MDC. HIV/AIDS, STIs and viral hepatitis in Brazil: epidemiological trends. Rev Bras Epidemiol. 2019; 22(2):255-76. doi.org/10.1590/1980-549720190001.supl.1.

Almeida RA, Corrêa RG, Rolim IL, Hora JM, Linard AG, Coutinho NP et al. Knowledge of adolescents regarding sexually transmitted infections and pregnancy. Rev Bras Enferm. 2017; (15):1087-94. doi.org/10.1590/0034-7167-2016-0531

Tong A, Sainsbury P, Craig J. Consolidated criteria for reporting qualitative research (COREQ): a 32-item checklist for interviews and focus groups. International Journal For Quality In Health Care. 2007; 6(19):349-57. doi.org/10.1093/intqhc/mzm042

Barros SCV, Mourão L. Women, higher education, labor market and society: an overview. Psicol Soc. 2018; (30):1-11. doi.org/10.1590/1807-0310/2018v30174090

Vieira KJ, Barbosa NG, Santarato N, Monteiro JCS, Gomes-Sponholz FA. Initiation of sexual activity and protected sex in adolescents. Escola Anna Nery. 2021; (25):1-6. doi.org/10.1590/2177-9465-EAN-2020-0066

Sarduy Lugo M, Sarduy Lugo A, Cabañín LE. Nivel de conocimientos sobre VIH/sida en estudiantes de secundaria básica. Rev Cubana Enfermer. 2015; 31(4).

Oliveira PC, Pires LM, Junqueira ALN, Vieira MAS, Matos MA, Caetano KAA et al. Sexual and reproductive health knowledge: a cross-sectional study with adolescents. Rev Eletr Enf. 2017; 19:1-9. doi.org/10.5216/ree.v19.39926

Maia MR, Biolchini JCA. Hiperinformação na era digital: validação das informações sobre saúde. P2P & Inovação. 2019; 6:285-300. doi.org/10.21721/p2p.2019v6n1.p285-300.

Brum MM, Carrara K. Individual history and cultural practices: effects on condom use by adolescents. Estud. psicol [Internet]. 2012; 29: 689-97. DOI https://doi.org/10.1590/S0103-166X2012000500005

Menezes MO. Sexualidade: prazer em conviver: oficinas para alunos do ensino fundamental [Dissertação]. Belo Horizonte: Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais; 2014.

Barbosa SM, Costa PNP, Vieira NFC. Parents behavior regarding communication with their adolescent concerning hiv/aids. Rev RENE. 2008; 9(1):96-102.

Alves MZT, Marx M, Bezerra MMM, Landim JMM. Pedagogical methodologies active in health education. Id on Line Rev. Psic. 2017; 10(33):339-46. doi.org/10.14295/idonline.v10i33.659

Ministério da Saúde (BR). Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Ações Programáticas e Estratégica. Proteger e cuidar da saúde de adolescentes na atenção básica. [citado em 2021 abr 15]. Brasília: 2017. Acesso em: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/proteger_cuidar_adolescentes_atencao_basica.pdf

Vieira RP, Gomes SHP, Machado MFA, Bezerra IMP, Machado CA. Participation of adolescents in the family health strategy from the theoretical-methodological structure of an enabler to participation. Rev Latino-Am Enfermagem. 2014; 22(2):309-16. doi.org/10.1590/0104-1169.3182.2417

Silva RAR, Nelson ARC, Duarte FHS, Prado NCC, Holanda JRR, Costa DAR. Adolescent students knowledge about transmition, prevention and risky behavior related to STD/HIV/AIDS. Journal of Research: Fundamental Care Online. 2016; 8(4):5054-61. doi.org/10.9789/2175-5361.2016.v8i4.5054-5061

Furlanetto MF, Lauermann F, Costa CB, Marin AH. Sexual education in brazilian education: systematic revision of the literature. Cad Pesqui. 2018; 48(168):550-71. doi.org/10.1590/198053145084

Downloads

Publicado

2022-08-15

Como Citar

1.
Almeida de Freitas C, Soldera A, Rocha de Rezende G, Thomaz Martins A, Garcia Braz Trovão AC, Solon S, Guimarães dos Santos Almeida R. Atenção primária à saúde no Brasil: adolescência, desinformação e infecções sexualmente transmissíveis. hu rev [Internet]. 15º de agosto de 2022 [citado 26º de setembro de 2022];48:1-6. Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/hurevista/article/view/37729

Edição

Seção

Artigos Originais