Sobrecarga dos cuidadores de idosos com demência: um estudo em um ambulatório de geriatria no sudeste do Brasil

  • Stella Marys Braga Roque Faculdade de Saúde e Humanidade Ibituruna – FASI, Montes Claros-MG
  • Maicon Douglas Xavier Braga Faculdade de Saúde e Humanidade Ibituruna – FASI, Montes Claros-MG
  • Matheus José Afonso Gonçalves Araújo Faculdade de Saúde e Humanidade Ibituruna – FASI, Montes Claros-MG
  • Mariana Alves Nogueira Faculdade de Saúde e Humanidade Ibituruna – FASI, Montes Claros-MG https://orcid.org/0000-0002-0606-4078
  • Tallisson Matheus Sales Faculdade de Saúde e Humanidade Ibituruna – FASI, Montes Claros-MG https://orcid.org/0000-0003-4150-921X
  • Mariza Alves Barbosa Teles Universidade Estadual de Montes Claros – UNIMONTES https://orcid.org/0000-0003-2883-6937
Palavras-chave: Demência, Idoso, Cuidadores

Resumo

Introdução: A população está envelhecendo. Com isso, há o aumento de doenças crônicas, dentre elas a doença de Alzheimer, uma demência neurodegenerativa caracterizada pela perda progressiva de autonomia. O esgotamento físico e mental do cuidador é resultante do frequente ato de cuidar e pode acarretar também problemas emocionais, sociais, financeiros e burnout. Objetivo: Avaliar a sobrecarga dos cuidadores de idosos com demência, em um centro de referência para idosos no Sudeste do Brasil. Materiais e métodos:  Pesquisa exploratória, descritiva, transversal realizada no período de agosto a outubro de 2019, com 110 cuidadores de idosos com demência, por meio de uma amostra por conveniência. Como instrumentos de coleta de dados foram utilizados um roteiro de entrevista e para avaliar a sobrecarga dos cuidadores foi a escala de Zarit. Resultados: Os cuidadores, em sua maioria, eram do sexo feminino (87,3%), casadas (53,3%), com mais de oito anos de estudo 62 (56,4%), filho(a) do idoso: 81 (73,6%), com tempo de cuidado entre 0-3 anos: 59 (53,6%), com 20-24 horas de dedicação diária de cuidados: 51 (46,4%) e possuíam média de idade de 50,6 anos (DP±11,00 anos). Na avaliação da escala de Zarit, os participantes apresentaram sobrecarga moderada com média de 23,0 (DP ± 12,13). Conclusão: Nesse sentido, é importante que sejam implementadas ações nos serviços de saúde que funcionem como suporte aos cuidadores de idosos com demência, a fim de os auxiliarem no enfrentamento das atividades diáras ao idoso, minimizando, asssim a sobrecarga vivenciada por eles.

Biografia do Autor

Mariza Alves Barbosa Teles, Universidade Estadual de Montes Claros – UNIMONTES

Enfermeira Mestre em Ciências da Saúde pela Universidade

Estadual de Montes Claros – UNIMONTES. Docente

no curso de graduação em Enfermagem das Faculdades Unidas do Norte de Minas- FUNORTE

Referências

Machado JCB, Freitas EV, PY L, Gorzoni ML, Doll J, Cançado FX. Doença de Alzheimer. In: Freitas EV. Tratado de Geriatria e Gerontologia. 4. ed. Rio de Janeiro-RJ: Guanabara Koogan; 2016, p. 240-268.

Organização Mundial da Saúde. Demência: número de pessoas afetadas triplicará nos próximos 30 anos [internet]. 2017 [acesso em 21 mar 2019]. Disponível em: https://www.paho.org/bra/index.php?option=com_content&view=article &id=5560:demencia-numero-de-pessoas-afetadas-triplicara-nos-proximos-30-anos&itemid=839.

Burlá C, Camarano AA, Kanso S, Fernandes D, Nunes R. Panorama prospectivo das demências no Brasil: um enfoque demográfico. Ciênc saúde coletiva. 2013; 18(10):2949-56.

Alzheimer's Disease Internacional. About dementia [internet]. 2018 [acesso em 4 mar 2019]. Disponível em: https://www.alz.co.uk/info/types-of-dementia.

Barbosa MT, Machado JCB, Vieira MCS. Tratado de geriatria e gerontologia: outras causas de demência/demências potencialmente reversíveis. 4. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan; 2016, p. 528-9.

Speranza, A. C. C; Mosci, Tarso; Tratado de Geriatria e Gerontologia: Diagnostico diferencial das demências. 4. ed. RJ: Guanabara Koogan, 2016.p.400.

Alzheimer’s Disease International. Alzheimer’s Disease International: World Alzheimer Report 2016. 2016 [acesso em 17 mar 2019]. Disponível em: https://www.alz.co.uk/research/WorldAlzheimerReport2016.pdf.

Falcão DVS, Teodoro MLM, Bucher-Maluschke JSNF. Family cohesion: a study on caregiving daughters of parents with alzheimer’s disease. IJPR. 2016; 10:61-4.

Queiroz RS, Camacho ACLF, Gurgel JL, Assis CRC, Santos LM, Santos MLSC. Perfil sociodemográfico e qualidade de vida de cuidadores de idosos com demência. Rev Bras Geriatr Gerontol. 2018; 21(2):205-14.

George LK, Gwyther LP. Caregiver well-being: a multidimensional examination of family caregivers of demented adults. Durhan. 1986; 26(3): 253-259. doi: https://doi.org/10.1093/geront/26.3.253

Ankri JC, Andrieu S, Beaufils B, Grand A, Henrard JC. beyond the global score of the zarit burden interview: useful dimensions for clinicians. Iternational Journal of Geriatric Psychiatry. 2005; 20(3):253-9. doi: 10.1002/gps.1275. PMID: 15717336.

Olanda KK, Passos XS, Dias CS. Perfil das morbidades dos cuidadores informais de idosos com Alzheimer. Journal of Health Sciences. 2015; 33(15):83-88.

Carvalho EH, Oliveira CRPF, Pinto RMF. Síndrome de Burnout e a invisibilidade dos problemas de saúde mental do trabalhador. Congresso Internacional de Direito da Saúde. 2018; 7(3):259-74.

Secretaria do Estado de Saúde do Estado de Minas. Resolução n° 2603 07 de dezembro de 2010 [acesso em 8 mar 2019]. Disponível em: http://www.saude.mg.gov.br/images/documentos/resolu%C3 %A7ao%20ses%202.603%20de%207%20de%20dezembro%20de%202010.pdf

Sakman R, Puggina AC. Sobrecarga do cuidador familiar de idosos com doença de Alzheimer. Revista Saúde. 2014; 8(1):2.

Ministério da Saúde (BR). Portaria n° 466, de 12 de dezembro de 2012 [acesso em 18 Nov 2019]. Disponível em: https://conselho.saude.gov.br/resolucoes/2012/Reso466.pdf

Reis LA, Santos KT, Gomes NP, Reis LA. determinantes da sobrecarga e desconforto emocional em cuidadores de idosos. Rev Enfer Contemp. 2016; 5(1):59-67. doi: http://dx.doi.org/10.17267/2317-3378rec.v5i1.888

Bagne BM, Gasparino RC. Qualidade de vida do cuidador do portador de Doença de Alzheimer. Rev Enferm UERJ. 2014; 11(2):258-63.

Cesário VAC, Leal MCC, Marques APO, Claudino KA. Estresse e qualidade de vida do cuidador familiar de idoso portador da doença de Alzheimer. Saúde debate. 2017; 41(112):171-82.

Souza LR, Hanus JS, Dela LLB, Silva VM, Mangilli EM, Simões PW et al. Sobrecarga no cuidado, estresse e impacto na qualidade de vida de cuidadores domiciliares assistidos na atenção básica. Cad Saúde Colet. 2015; 23(2):140-9.

Cavalcante FCG, Martins DSS, Oliveira JS, Nóbrega AL, Martins FES, Martins MSS. Cuidadores de idosos portadores de mal de Alzheimer. REBES. 2015. 5(3):23-8.

Duarte ESR, Silveira LVA, Cítero VA, Jacinto AF. Common mental disorder among family carers of demented older people in Brazil. Dement Neuropsychol. 2018; 12(4):402-7. doi: https://doi.org/10.1590/1980-57642018dn12-040010.

Pereira RA, Santos EB, Fhon JRS, Marques S, Rodrigues RAP. Sobrecarga dos cuidadores de idosos com acidente vascular cerebral. Rev Esc Enferm USP. 2013; 47(1):18592.

Oliveira APP, Caldana RHL. As repercussões do cuidado na vida do cuidador familiar do idoso com demência de Alzheimer. Saude Soc. 2012; 21(3):675-85. doi: https://doi.org/10.1590/S0104-12902012000300013.

Silva ILC, Lima GS, Storti LB, Aniceto P, Formighieri PF, Marques S. Sintomas neuropsiquiátricos de idosos com demência: repercussões para o cuidador familiar. Texto Contexto Enferm. 2018; 27(3):e3530017.

Ferretti F, Castanha AC, Padoan ER, Lutinski J, Silva MR. Quality of life in the elderly with and without chronic pain. BrJP. 2018; 1(2):111-5.

Medeiros ALF. Síndrome de Burnout em cuidadores dos idosos com doença de Alzheimer: um estudo dos fatores associados [dissertação]. Santos: Universidade Católica de Santos; 2015.

Bianchin M, Silva R, Fuzetto L, Salvagno V. Sobrecarga e depressão em cuidadores de pacientes oncológicos em tratamento quimioterápico. Arquivos Ciências Saúde. 2015; 22(3):96-100. doi: 10.17696/2318-3691.22.3.2015.245.

Leite BS, Camacho ACLF, Joaquim FL, Gurgel JL, Lima TR, Queiroz RS. Vulnerability of caregivers of the elderly with dementia: a cross-sectional descriptive study. Rev Bras Enferm. 2017; 70(4):682-8.

Almeida RR, Borges CD, Shuhama R. O processo de cuidar de idosos restritos ao domicílio: percepções de cuidadores familiares. Sal Transf Soc. 2016; 7(2):93-105.

Manzini CSS, Brigola AG, Pavarini SCI, Vale FAC. Fatores associados à resiliência de cuidador familiar de pessoa com demência: revisão sistemática. Rev Bras Geriatr Gerontol. 2016; 19(4):703-14.

Garces SBB, Krug M R, Hansen D, Brunelli AV, Costa FTL, Rosa CB et al. Avaliação da resiliência do cuidador de idosos com Alzheimer. Rev Bras Geriatr Gerontol. 2012; 15(2):335-52.

Chen MC, Chen KM, Chu TP. Caregiver burden, health status, and learned resourcefulness of older caregivers. West J Nurs Res. 2015; 37(6):767-80. doi: 10.1177/0193945914525280.

Meireles SCS. Burnout em cuidadores formais de idosos [dissertação]. Bragança: Escola Superior de Saúde de Bragança; 2016.

Pereira LC, Figueiredo ML, Beleza CMF, Andrade EMLR, Silva MJ, Pereira AFM. Fatores preditores para incapacidade funcional de idosos atendidos na atenção básica. Rev Bras Enferm. 2017; 70(1):112-18.

Mattos IE, Carmo CN, Santiago LM, Luz LL. Factors associated with functional incapacity in elders living in long stay institutions in Brazil: a cross-sectional study. BMC Geriatrics. 2014; 14(47):2-9.

Caldeira RB, Neri AL, Batistoni SST, Cachioni M. Variáveis associadas à satisfação com a vida em cuidadores idosos de parentes também idosos cronicamente doentes e dependentes. Rev Bras Geriatr Gerontol. 2017; 20(4):502-15.

Etters L, Goodall D, Harrison BE. (2008) Caregiver burden among dementia patient caregivers: A review of the literature. Journal of the American Academy of Nurse Practitioners. 2008; 20:423-8. doi: 10.1111/j.1745-7599.2008.00342.x

Pereira RHM, Carvalho CHR, Souza PHG, Ferreira CAA. Envelhecimento populacional, gratuidades no transporte público e seus efeitos sobre as tarifas na Região Metropolitana de São Paulo. Revista Brasileira de Estudos de População. 2015. 32(1):101-20. doi: https://doi.org/10.1590/S0102-30982015000000006

Giacomin KC, Uchôa E, Lima-Costa MF. Projeto Bambuí: a experiência do cuidado domiciliário por esposas de idosos dependentes. Caderno Saúde Pública. 2005; 21(5):1509-18.

Giacomin KC. O envelhecimento e os desafios dos cuidados de longa duração. In: Seminário internacional sobre políticas de cuidado de longa duração para pessoas idosas no Brasil, 1. Brasília: OPAS/OMS; 2015.

Duarte YAO, Berzins MAVS, Giacomin KC. Política Nacional do Idoso: as lacunas da lei e a questão dos cuidadores. In: Alcântara AO, Camarano AA, Giacomin KC. Política Nacional do Idoso: velhas e novas questões. Rio de Janeiro: Ipea; 2016, p. 457-78.

Publicado
2020-11-24
Como Citar
1.
Braga Roque SM, Xavier Braga MD, Gonçalves Araújo MJA, Alves Nogueira M, Sales TM, Alves Barbosa Teles M. Sobrecarga dos cuidadores de idosos com demência: um estudo em um ambulatório de geriatria no sudeste do Brasil. hu rev [Internet]. 24º de novembro de 2020 [citado 20º de janeiro de 2021];460:1-10. Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/hurevista/article/view/31207
Seção
Artigos Originais