Miíase maxilofacial: relato de casos

  • Antônio José Araújo Pereira Júnior 1Departamento de Cirurgia Maxilofacial, Hospital Federal do Andaraí, Ministério da Saúde, Rio de Janeiro, Brasil
  • Isabela Possas da Fonseca Pereira Serviço de Cirurgia Maxilofacial, Hospital Regional de Barbacena Dr. José Américo, Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais, Barbacena, Brasil
  • Nilson Coelho da Silva Filho Residência em Cirurgia Maxilofacial pelo Hospital Regional Sul, São Paulo, Brasil
  • Clarissa Souza Mota Reis Mestre em Ciências pelo Instituto Nacional de Infectologia, Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, Brasil
Palavras-chave: Miíase, Parasitologia, Procedimentos Cirúrgicos Bucais

Resumo

Introdução: A miíase é uma afecção produzida pela infestação de larvas de moscas em pele e outros tecidos, sendo mais frequente nos países subdesenvolvidos e tropicais. Além disso, quando diagnosticada e tratada tardiamente pode levar o paciente a óbito. Objetivo: Há várias formas de tratamento descritas e a escolha da terapia varia a cada caso, segundo o número de larvas e o tecido envolvido. O intuito deste trabalho é relatar dois casos clínicos de miíase envolvendo a região maxilofacial, demonstrando a eficiência e a segurança da terapia escolhida. Relato de caso: Dois pacientes foram tratados através da remoção mecânica das larvas com auxílio de pinça e administração, por via oral, de antiparasitário (Ivermectina 12mg, dose única). Observou-se uma redução total de larvas nas feridas sem nenhuma intercorrência significativa. Conclusão: A remoção mecânica das larvas associada com Ivermectina em dose única é uma opção viável para o tratamento de miíase na região maxilofacial.

Referências

Linhares AX. Miíases. In: Neve DP. Parasitologia Humana. 10. Ed. São Paulo: Ed. Atheneu, 2000. P. 350-8.

Manfrim AM, Cury A, Demeneghi P, Jotz G, Roithmann R. Miíase nasal: relato de caso e revisão da literatura. Int Arch Otorhinolaryngol. 2007; 11:74-9.

Rodriguez MEL, AOKI L, Nicoletti AGB, Matayoshi S, Fernandes JBVD. Ivermectina no tratamento de miíase orbitária - Relato de caso. Arq Bras Oftalmol. 2003; 66:519-21.

Carvalho RW, Santos TS, Antunes AA, Laureano Filho JR.; Filho JR, Anjos ED, Catunda RB. Oral and maxillofacial myiasis associated with epidermoid carcinoma: a case report. J Oral Sci. 2008;50:103-5.

Fares NH, Melo DV, Stucchi N, Carvalhosa AA, Castro PHS, Siqueira CRB. Miíase em paciente com 10 anos de idade: relato de caso clínico e revisão de literatura. Rev Clín Pesq Odontol. 2005; 1:49-54.

Gealh WC, Ferreira GM, Farah GJ, Teodoro U, Camarini T. Treatment of oral myiasis caused by Cochliomyia hominivorax: two cases treated with ivermectin. Br J Oral Maxillofac Surg. 2009; 47:23-6.

Stephan A, Fuentefria NB. Miíase oral: Parasita versus hospedeiro. Revista da APCD. 1999; 53:47-9.

Chan T, Yan K, Yien L, Yuen W. Oral and cutaneous myiasis caused by Chrysoma bezziana. Ann Coll Surg Hong Kong. 2005; 9:28-30.

Bhatt AP, Jayakrishnan A. Oral myiasis: a case report. Int J Paediatr Dent. 2000; 10:67-70.

Duque CS, Mosqueira CA, Abreu CE. Radiologic findings in nasopharyngeal myiasis. Otolaryngol Head Neck Surg. 2004; 131:272-73.

Gursel M, Aldemir OS, Ozgur Z, Ataoglu TA rare case of gingival myiasis caused by Diptera (Calliphoridade). J Clin Periodontol. 2002; 29:777-80.

Ramalho JRO, Prado EP, Santos FCC, Cintra PPVC, Pinto JA. Miíase nasal: Relato de caso. Rev Bras Otorrinolaringol. 2001; 67:581-4.

Shinohara EH, Martini MZ, Oliveira Neto HG, Takahashi A. Oral myiasis treated with ivermectin: case report. Braz Dent J. 2004; 15:79-81.

Tolentino ES, Cury A, Ladeira D, Capelozza ALA. Miíase oral: relato de caso. Revista da APCD. 2009; 63:322-5.

Denion E, Dalens P, Couppie P, Aznar C, Sainte-Marie D, Carme B. External ophthalmomyiasis caused by Dermatobia hominis. A restropective study of nine cases and a review of literarure. Acta Ophthalmol. 2004; 82:576-84.

Bangsgaard R, Holst B, Krogh E, Heegaard S. Palpebral myiasis in a danish travelen caused by the human bot-fly (Dermatobia hominis). Acta Ophthalmol. 2000; 78:487-9.

Khan BA, Nazir MB, Perveen B, Bin M. Oral and cutaneous myiasis in a five-year-old child from Karachi, Pakistan. Infez Med. 2018; 1:385-8.

Costa FS, Bellotti A, Farah GJ, Camarini T. Hipertratamento de miíase decorrente de trauma facial complexo. Rev. Cir. Traumatol. Buco-Maxilo-Fac. 2012; 12:17-24.

Rang HP, Dale MM, Ritter JM. Farmacologia. 3. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan; 1997.

Shinohara EH. Treatment of oral myiasis with ivermectin. Br J Oral Maxillofac Surg. 2003; 41:421-4.

Arruda JAA, Silva LVO, Silva PUJ, Figueiredo EL, Callou G, Mesquita RV, et al. Head and neck myiasis: a case series and review of the literature. Oral Sug Oral Med Oral Pathol Oral Radiol. 2017; 124:e249-56.

Publicado
2019-08-01
Como Citar
Pereira Júnior, A. J. A., Possas da Fonseca Pereira, I., Coelho da Silva Filho, N., & Souza Mota Reis, C. (2019). Miíase maxilofacial: relato de casos. HU Revista, 45(1), 76-81. Recuperado de https://periodicos.ufjf.br/index.php/hurevista/article/view/16961
Seção
Relato de Caso