Comparação do consumo alimentar de crianças de acordo com o peso ao nascer

Autores

  • Fernanda Priscilla Barbosa Silva Universidade Federal de Sergipe
  • Márcia Ferreira Cândido de Souza Hospital Universitário de Sergipe
  • Adriana Barbosa Lima Hospital Universitário de Sergipe
  • Ricardo Queiroz Gurgel Hospital Universitário de Sergipe
  • Danielle Góes Silva Universidade Federal de Sergipe

Palavras-chave:

Consumo de Alimentos. Peso ao Nascer. Recomendações Nutricionais.

Resumo

RESUMO Avaliar o consumo alimentar de crianças aos dois anos de idade, divididas em dois grupos, de acordo com a adequação do peso ao nascimento. Estudo transversal com uma amostra de 76 crianças, sendo 37 nascidas pequenas para idade gestacional (PIG) e 39 adequadas para idade gestacional (AIG), pertencentes a uma coorte de nascimentos de Aracaju. Foram utilizados dados referentes ao consumo alimentar das crianças. Os alimentos e preparações consumidos foram transformados em porções de acordo com os oito grupos de alimentos correspondentes, conforme recomendado pela Pirâmide Alimentar Brasileira Infantil. Foi analisado o valor nutricional dos recordatórios com base nas Dietary References Intakes. Para a comparação dos dados do consumo alimentar entre os grupos avaliados foi utilizado os testes “t” de Student e o Qui-quadrado para os dados paramétricos. O consumo de pães e cereais, carnes, leguminosas, açúcares e gorduras foi significativamente maior que o recomendado e a ingestão de leite e derivados e hortaliças ficou abaixo da recomendação da Pirâmide Alimentar Brasileira Infantil. Foi observada diferença significativa (p<0,05) apenas entre os grupos avaliados com relação ao consumo de frutas. O grupo PIG apresentou consumo de proteínas e de lipídios significativamente maior e um consumo de fibras significativamente menor do que o grupo AIG. O padrão de consumo alimentar dos dois grupos de crianças foi inadequado, sendo necessário um maior cuidado em relação à alimentação nessa faixa etária, especialmente, em crianças nascidas PIG pois estas apresentam maior susceptibilidade ao desenvolvimento de doenças crônicas não transmissíveis.Palavras-chave: Consumo de Alimentos. Peso ao Nascer. Recomendações Nutricionais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fernanda Priscilla Barbosa Silva, Universidade Federal de Sergipe

NUTRICIONISTA PELA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE - AMBULATÓRIO DE NUTRIÇÃO DO HOSPITAL UNIVERSITÁRIA

Márcia Ferreira Cândido de Souza, Hospital Universitário de Sergipe

Nutricionista do Hospital Universitário de Sergipe

Adriana Barbosa Lima, Hospital Universitário de Sergipe

Médica do Hospital Universitário de Sergipe- Núcleo de Pós-graduação em Medicina.

Ricardo Queiroz Gurgel, Hospital Universitário de Sergipe

Hospital Universitário de Sergipe - Núcleo de Pós-gradução em Medicina.

Danielle Góes Silva, Universidade Federal de Sergipe

Professora da Universidade Federal de Sergipe - Núcleo de Nutrição

Downloads

Publicado

2012-05-10

Como Citar

1.
Silva FPB, Cândido de Souza MF, Lima AB, Gurgel RQ, Silva DG. Comparação do consumo alimentar de crianças de acordo com o peso ao nascer. hu rev [Internet]. 10º de maio de 2012 [citado 9º de fevereiro de 2023];37(3). Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/hurevista/article/view/1447

Edição

Seção

Artigos Originais