A Enfermagem diante do reverso da amamentação imposto pela condição sorológica da mãe

Autores

  • Carolina Lelis Venâncio Contin Universidade Federal de Juiz de Fora
  • Elis de Oliveira Arantes Universidade Federal de Juiz de Fora
  • Ieda Maria Vargas Ávila Dias Universidade Federal de Juiz de Fora
  • Luísa Pereira de Siqueira Universidade Federal de Juiz de Fora
  • Mirtes Mara Carolino dos Santos Universidade Federal de Juiz de Fora
  • Thalita Lima Dutra Universidade Federal de Juiz de Fora

Palavras-chave:

Enfermagem, Reverso, Amamentação, HIV

Resumo

A Síndrome da Imunodeficiência Adquirida se configura nos dias de hoje como uma pandemia mundial de acentuada propagação e passou a atingir muitas mulheres em idade fértil, fenômeno conhecido como feminização da epidemia. Conseqüentemente, as crianças passaram a constituir um grupo também crescente para a infecção do vírus da imunodeficiência humana através da transmissão vertical, ocasionando a infantilização do agravo. Para evitar tal fato foram instituídas medidas de prevenção, entre elas o impedimento do aleitamento materno, conhecido como reverso da amamentação. Frente isto foi traçado como objetivo discutir as implicações do reverso da amamentação imposto pela condição sorológica da mãe e descrever a forma de enfrentamento desta condição. Trata-se de uma pesquisa de abordagem qualitativa realizada no Serviço de Assistência Especializada da Secretaria Municipal de Juiz de Fora, local em que é desenvolvido o Programa de Doenças Sexualmente Transmissíveis. O instrumento utilizado para a obtenção dos dados foi um questionário semi-estruturado aplicado á gestantes e mães com sorologia positiva para o HIV. Na análise e discussão dos dados foram enfatizados padrões relevantes para atingir os objetivos propostos destacando os depoimentos importantes que levem a compreensão do contexto estudado. A guisa da conclusão evidencia-se que é imprescindível o profissional de saúde se aproximar da realidade dessas mulheres, ouvindo-as e permitindo que elas expressem todos os seus sentimentos e dúvidas. Assim, será capaz de esclarecer todos os seus anseios, perceber possíveis riscos para a saúde da mulher e do filho, além de criar medidas que torne mais branda a vivencia dessa realidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carolina Lelis Venâncio Contin, Universidade Federal de Juiz de Fora

Acadêmica da Faculdade de Enfermagem da Universidade Federal de Juiz de Fora e pesquisadora do Núcleo de Pesquisa em Saúde Materno Infantil e Saúde Coletiva -Juiz de Fora – MG

Elis de Oliveira Arantes, Universidade Federal de Juiz de Fora

Acadêmica da Faculdade de Enfermagem da Universidade Federal de Juiz de Fora e pesquisadora do Núcleo de Pesquisa em Saúde Materno Infantil e Saúde Coletiva -Juiz de Fora – MG

Ieda Maria Vargas Ávila Dias, Universidade Federal de Juiz de Fora

Professora da Universidade Federal de Juiz de Fora, Faculdade de Enfermagem, e coordenadora do Departamento e Núcleo de Pesquisa em Saúde Materno Infantil e Saúde Coletiva – Juiz de Fora - MG.

Luísa Pereira de Siqueira, Universidade Federal de Juiz de Fora

Acadêmica da Faculdade de Enfermagem da Universidade Federal de Juiz de Fora e pesquisadora do Núcleo de Pesquisa em Saúde Materno Infantil e Saúde Coletiva -Juiz de Fora – MG

Mirtes Mara Carolino dos Santos, Universidade Federal de Juiz de Fora

Acadêmica da Faculdade de Enfermagem da Universidade Federal de Juiz de Fora e pesquisadora do Núcleo de Pesquisa em Saúde Materno Infantil e Saúde Coletiva -Juiz de Fora – MG

Thalita Lima Dutra, Universidade Federal de Juiz de Fora

Acadêmica da Faculdade de Enfermagem da Universidade Federal de Juiz de Fora e pesquisadora do Núcleo de Pesquisa em Saúde Materno Infantil e Saúde Coletiva -Juiz de Fora – MG

Downloads

Publicado

2011-03-25

Como Citar

1.
Contin CLV, Arantes E de O, Dias IMV Ávila, Siqueira LP de, Santos MMC dos, Dutra TL. A Enfermagem diante do reverso da amamentação imposto pela condição sorológica da mãe. HU Rev [Internet]. 25º de março de 2011 [citado 15º de junho de 2024];36(4). Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/hurevista/article/view/1172

Edição

Seção

Artigos Originais

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)