Por um mundo menos tolerante e mais hospitaleiro

Autores

  • Luis Alberto Méndez Gutierrez

Resumo

Na atualidade estamos enfrentando uma forte onda de intolerância e tolerância, potencializando e valorizando a Tolerância como sendo um modelo a seguir, e seria a solução para as fortes condutas violentas, discriminatórias e criminosas que estamos sendo vítimas nas relações interpessoais e nas relações entre culturas e países. Tolerar o desigual, o assimétrico é uma luta desigual, do mais forte contra aquele que pela sua realidade social, tem sido enfraquecido. Como formar uma consciência e uma cultura, não do tolerar-aguentar a partir de minhas condições impostas; mas uma cultura de hospitalidade, de acolhida, de abertura ao distante, ao assimétrico e estranho. A hospitalidade incondicional, ou seja, não coloco nenhuma condição, a única condição para acolher ao estrangeiro que chega do além do horizonte, é não ter condições. Desse modo não acolho uma categoria estrangeiro, mas uma pessoa que tem sua individualidade e sua unicidade. Para uma acolhida com hospitalidade é necessário criar um deslocamento na minha interioridade, me acomodar diferente, o outro que chega sempre provoca um movimento interior e exterior no meu eu; quando não acolho ao assimétrico, colocando condições na sua chegada, nada de novo acontece no eu. Acolher com hospitalidade é a possibilidade de nos experimentar diferente e de inaugurar algo novo em nós, na construção de sermos cada vez melhores, mais humanos, solidários e hospitaleiros.

 

Palavras-chave: Tolerância, Intolerância, Hospitalidade condicional, Hospitalidade incondicional, Estrangeiro.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2023-01-05