Al-Kindi leitor da "teologia de Aristóteles"

Autores

  • Arthur Klik

Resumo

Este artigo procura investigar um encontro bastante curioso de tradições. Neste caso em particular, sobre como uma paráfrase da obra de Plotino, de autoria atribuída a Aristóteles, poderia ter influenciado na elaboração de um esquema argumentativo que, aparentemente, visava utilizar a Herança grega recebida pelos árabes no século VI, em questões inerentes ao contexto de disputa intelectual do Islã nascente. Mais especificamente, nosso trabalho se aprofunda em algumas relações que se pode levantar entre a obra Teologia de Aristóteles, uma paráfrase das Enéadas de Plotino que circulou entre os árabes do período, e a Filosofia Primeira de Al-Kindi, famosa obra inacabada, cuja primeira parte (texto que nos chegou), se destina a apontar como a investigação dos fundamentos da natureza leva a compreensão do que ele chama de "Um Verdadeiro", o princípio que sustenta todo o Universo como seu fundamento criador. Embora inacabada, a primeira parte desta obra de Al-Kindi já indica sua inclinação em utilizar elementos da Teologia de Aristóteles no sentido de elaborar o que podemos chamar de uma prova da existência de Deus.

 

Palavras-chave: Teologia, Unidade, Multiplicidade, Falsafa, Filosofia primeira.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2022-04-02