A questão social e a liberdade individual: sociedade civil e emancipação integral nos estudos do jovem Karl Marx

Autores

  • Gianni Fresu

DOI:

https://doi.org/10.34019/2448-2137.2020.33284

Resumo

O crescente interesse internacional pelo trabalho de Karl Marx durante a última década, que, não por acaso, coincide com a crise econômica mais grave do mundo desde 1929, está encorajando um florescimento de estudos em torno de seu trabalho, menos ligado às exigências da luta política imediata e mais atento ao entendimento científico de suas categorias e concepções mais representativas. Essa “Nouvelle Vague” dos estudos marxianos, com publicações e descobertas sem precedentes, colocou a exigência de novas abordagens metodológicas. Entre elas, a necessidade de considerar mais cuidadosamente as diferentes etapas da formação intelectual do caminho que marca a transição da crítica filosófica para a crítica da economia política pelo fundador e principal teórico do materialismo histórico. Nesse caminho, os primeiros escritos do jovem Marx, entre 1843 e 1844, representam uma passagem fundamental que, especialmente em Sobre a questão judaica, marcou sua descoberta da questão social, direcionando seus estudos e as perspectivas de seu pensamento para a necessidade da emancipação integral do homem.

Palavras-chave: Liberdade e igualdade, sociedade política e sociedade civil.

Downloads

Publicado

2021-01-25