Outramente dito e culturalidades latino-americano-caribenhas: pró-logos de uma interface com a filosofia de Levinas

  • Nilo Ribeiro Jr.

Resumo

A reflexão visa apresentar uma interface, de cunho estritamente filosófico, entre o pensamento levinasiano e aquele gestado pelo Grupo modernidade/colonialidade. Propugna-se a existência de certos pontos de contato entre as respectivas perspectivas, tanto em função da ênfase na alteridade [ética] de outrem em seu estrangeirismo/proximidade, como das diferenças culturais inauguradas pelo outro e a serem preservadas em relação ao saber colonizador. Em seguida, expõe-se o paradoxo da história “fora da História” e, consequentemente, a primazia a ser concedida às “Escrituras Santas”, mais antigas que os “textos sagrados”, subjacentes às tradições das diversas culturas latino-americano-caribenhas. Por último, do ponto de vista linguístico-literário, trata-se de apontar para a premência de se ter de reabilitar uma espécie de “discurso interrompido” em função do heterologos que subjaz à (trans)culturalidade latino-americano-caribenha, de modo a conectá-la ao caráter político em torno do “dever” de justiça exigido pelas respectivas diferenças do outro.

 

Palavras-chave: Alteridade, Ética, Cultura, Escrituras, Política, Justiça.

Publicado
2019-07-30