Humanismo, materialismo e política em Levinas

  • Gérard Bensussan

Resumo

Se o pensamento de Levinas está inteiramente centrado sobre a questão ética a exigência política não cessa de vibrar nele. Entretanto, Levinas não propõe filosofia política propriamente dita, dedutível do primado da ética. É depois de alguns requisitos precisos que o autor ensaia, ao contrário, circunscrever e determinar um pensamento do e da política, que não é devedor do regime da filosofia política: a questão dos terceiros e da justiça; a recusa do humanismo de boas intenções; a imputação da liberdade a um lugar que a faria depender da resposta da responsabilidade; a secularização da fome por um materialismo do para-o-outro; um modo de temporalização do porvir no presente.

 

Palavras-chave: Fome, Humanismo, Justiça, Materialismo, Política.

 

Publicado
2019-07-30