PICO DELLA MIRANDOLA, BOTTICELLI E A « ANTROPOLOGIZAÇÃO » DO DIREITO - EM BUSCA DE UMA REPRESENTAÇÃO DA JUSTIÇA NO QUATTROCENTO

  • Karine Salgado Faculdade de Direito da UFMG
  • Thiago Álvares Feital Faculdade de Direito da UFMG

Resumo

Este artigo tem o objetivo de evidenciar o modo como o homem renascentista compreendia o fenômeno jurídico através de um estudo multidisciplinar que considere as interações estabelecidas entre política, arte e filosofia na sociedade florentina do século XV. Por meio do estudo do Discurso sobre a dignidade do homem de Pico della Mirandola pretende-se caracterizar o ambiente filosófico do Quattrocento, após o que se investigará a forma como o artista e seu trabalho eram compreendidos na sociedade da Renascença, com vistas a identificar na obra La Calunnia de Botticelli elementos que permitam divisar uma representação da justiça característica do período.
Publicado
2018-08-14
Seção
Artigos