Comunicação com a mulher sobre a radiação no rastreamento mamográfico

Autores

DOI:

https://doi.org/10.34019/1809-8363.2023.v26.37128

Palavras-chave:

Tomada de Decisão Compartilhada; Programas de Rastreamento; Radiação; Neoplasias da Mama; Prevenção Quaternária.

Resumo

O rastreamento mamográfico destina-se a mulheres assintomáticas e é essencial informá-las sobre os seus benefícios e riscos, dentre os quais a radiação ionizante. O objetivo desse artigo é analisar como a informação sobre o risco da radiação no rastreamento mamográfico é apresentada em materiais de comunicação em saúde para as mulheres. Foi realizada análise documental de materiais informativos de sites governamentais e de repositório de ferramentas de apoio à decisão. Foram analisados quatorze materiais. Observou-se pouca informação sobre o risco da radiação e tendência a ressaltar os benefícios do rastreamento. A forma de apresentar o risco foi variada e poucos o quantificam. Reconhece-se a dificuldade implícita a essa temática e a importância de se considerar o letramento em cada contexto. É preciso ampliar a comunicação com a mulher sobre o rastreamento do câncer de mama, na atenção primária à saúde, valorizando o processo de decisão compartilhada com o profissional de saúde como princípio ético a ser assegurado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Renata Oliveira Maciel Santos, Instituto Nacional de Câncer (INCA)

Graduada em Enfermagem pela Universidade Federal Fluminense (UFF), mestra e doutora em Saúde Pública pela Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP-FIOCRUZ). Tecnologista Plena no Instituto Nacional de Câncer (INCA). CV: http://lattes.cnpq.br/5465237017478050

Mônica de Assis, Instituto Nacional de Câncer (INCA)

Graduada em Serviço Social e mestra em Saúde Coletiva pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro(UERJ), doutora em Ciências da Saúde pela Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP/FIOCRUZ). Tecnologista do Instituto Nacional de Câncer (INCA). CV: http://lattes.cnpq.br/9590060679367973

Arn Migowski, Instituto Nacional de Câncer (INCA)

Graduado em Medicina, mestre em Epidemiologia e doutor em Saúde Pública pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ); especialista em Saúde Pública pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Médico sênior no Instituto Nacional de Câncer (INCA) e pesquisador no Instituto Nacional de Cardiologia (INC). CV: http://lattes.cnpq.br/6181149173563038

Downloads

Arquivos adicionais

Publicado

2023-11-22

Como Citar

Santos, R. O. M., Assis, M. de, & Migowski, A. (2023). Comunicação com a mulher sobre a radiação no rastreamento mamográfico. Revista De APS, 26. https://doi.org/10.34019/1809-8363.2023.v26.37128

Edição

Seção

Artigos Originais

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)