Atuação do fisioterapeuta nos Núcleos Ampliados de Saúde da Família e Atenção Básica no estado de Sergipe

Autores

Palavras-chave:

Fisioterapia, Atenção Primária à Saúde, Estratégia Saúde da Família

Resumo

O objetivo é analisar as características socioeconômicas, de qualificação e a atuação dos fisioterapeutas nos Núcleos Ampliados de Saúde da Família e Atenção Básica em Sergipe. Trata-se de um estudo transversal com caráter quali-quantitativo, com abordagens descritiva e analítica. A amostra foi de 13 fisioterapeutas com predomínio de mulheres, brancas, nascidas em capitais de estados e com 12 ou mais anos de formadas. Com relação às ferramentas tecnológicas do Núcleo Ampliado de Saúde da Família, o apoio matricial foi a única utilizada por todos os participantes. As visitas domiciliares (61,5%) foram as atividades mais realizadas, sendo que dessas, 84,6% ocorreram em equipe e para a população idosa. As ações semanais tinham ênfase na promoção da saúde e prevenção de doenças (69,2%). Quanto ao processo de trabalho, 76,92% relataram que não havia avaliação conjunta entre o Núcleo e gestores, mesma frequência dos que relataram não haver interação entre o Núcleo e o Conselho Municipal de Saúde. Todos afirmaram que ocorria articulação entre o Núcleo e a Equipe de Saúde Família, sendo reconhecido por 53,85% que essa articulação era estabelecida de forma satisfatória. Também foi observada deficiência nos conhecimentos a respeito do Núcleo Ampliado de Saúde da Família e a carência na oferta de capacitações.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Neidimila Aparecida Silveira, Universidade Federal de Alfenas (UNIFAL-MG)

Graduada em Fisioterapia pela University José do Rosário Vellano (UNIFENAS), doutora em Saúde Coletiva pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Professora Adjunta do Instituto de Ciências da Motricidade da Universidade Federal de Alfenas (UNIFAL-MG). CV:
http://lattes.cnpq.br/4738608076036417

Ricardo Goes de Aguiar, Universidade Federal de Alfenas (UNIFAL-MG)

Graduado em Fisioterapia pela Universidade Católica do Salvador (UCSal), mestre em Saúde na Comunidade (FMRP/USP), doutorando em Epidemiologia pela Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo (FSP/USP). Professor Adjunto do Instituto de Ciências da Motricidade da Universidade Federal de Alfenas (UNIFAL-MG) . CV:
http://lattes.cnpq.br/8721165636983997

Ana Carla Paula de Gois, Universidade Federal de Sergipe (UFS)

Graduada em Fisioterapia pela Universidade Federal de Sergipe (UFS) - campus Lagarto. CV:
http://lattes.cnpq.br/2620642135538229

Joyce Silva Santana, Universidade Federal de Sergipe (UFS)

Graduada em Fisioterapia pela Universidade Federal de Sergipe (UFS) - campus Lagarto. CV:
http://lattes.cnpq.br/9505956797430656

Mayara Sampaio da Cruz, Universidade Federal de Sergipe (UFS)

Graduada em Fisioterapia pela Universidade Federal de Sergipe (UFS) - campus Lagarto. CV:
http://lattes.cnpq.br/8204544881697527

Tales Iuri Paz e Albuquerque , Universidade Federal de Sergipe (UFS)

Graduado em Fisioterapia pela Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), mestre em Saúde Coletiva pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), doutor em Saúde Pública pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz PE). Professor Adjunto IV do Departamento de Educação em Saúde da Universidade Federal de Sergipe (UFS). CV:
http://lattes.cnpq.br/9381245569299587

Downloads

Publicado

2023-01-18

Edição

Seção

Artigos Originais