Percepções de mães adolescentes acerca das expectativas e experiências da maternidade na adolescência

Autores

Palavras-chave:

Gravidez na adolescência, Pesquisa qualitativa, Adolescente

Resumo

Conhecer as percepções das mães adolescentes sobre a gravidez na adolescência é importante subsídio para uma abordagem efetiva e integral pelos profissionais de saúde e para políticas de saúde. O estudo analisou as percepções de mães de 15 a 19 anos que frequentaram a Unidade Básica de Saúde em Divinolândia-SP para realização do pré-natal entre janeiro de 2016 à outubro de 2017. A pesquisa qualitativa foi realizada por meio de 17 entrevistas semiestruturadas, utilizando amostragem por exaustão. As entrevistas foram gravadas e transcritas na íntegra, e o material tratado por análise de conteúdo na modalidade temática. Foram identificadas 5 categorias de análise: (1) gravidez planejada durante a adolescência; (2) imaginário e realidades da gravidez na adolescência; (3) modificação dos projetos de vida; (4) motivação para a gravidez associada ao desejo de mudança de vida e fuga e (5) rede de apoio e proteção. As adolescentes relataram os desafios da maternidade e surpreenderam-se frente a uma realidade distinta da qual imaginavam, com modificação nos projetos de vida, no entanto as mães se confortaram perante o apoio social e familiar recebido, e apresentaram formas de lidar com as dificuldades e complexidades inerentes à maternidade. Os resultados deste estudo podem colaborar com programas de saúde que visem não só prevenir a gravidez não planejada, como também oferecer suporte à adolescente e apoiar o período puerperal, visto que é sentido como um período crítico na vida das mães.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Élica Cancian Feltran, Universidade Estadual de Campinas (Unicamp)

Mestra em Gestão e Saúde Coletiva pela Faculdade de Odontologia de Piracicaba- Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). CV: http://lattes.cnpq.br/1855905012591241

Marília Jesus Batista de Brito Mota, Faculdade de Medicina de Jundiaí (FMJ)

Doutora em Saúde Coletiva. Professora adjunta da Faculdade de Medicina de Jundiaí-FMJ e pesquisadora colaboradora da Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP)- UNICAMP. CV: http://lattes.cnpq.br/1956001247067594

Jaqueline Vilela Bulgarelli, Universidade Federal de Uberlândia (UFU)

Doutora em Saúde Coletiva. Docente na Faculdade de Odontologia- FOUFU- Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e Docente do curso Mestrado Profissional em Gestão e Saúde Coletiva FOP - Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).  CV: http://lattes.cnpq.br/4694996247762867

Pedro Augusto Thiene Leme, UNICAMP

Doutor em Odontologia. Professor do curso Mestrado Profissional em Gestão e Saúde Coletiva FOP - Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). CV: http://lattes.cnpq.br/2562676974993687

Luciane Miranda Guerra, Universidade Estadual de Campinas (Unicamp)

Doutora em Odontologia. Professora doutora do departamento de Ciências da Saúde e Odontologia Infantil da Faculdade de Odontologia de Piracicaba - FOP - Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). CV: http://lattes.cnpq.br/2028509743298298

Bruna Verna Castro Gondinho, Universidade Estadual do Piauí (UESPI)

Doutora em Odontologia.  Professora adjunta da Universidade Estadual do Piauí (UESPI). CV:  http://lattes.cnpq.br/3960499754358231

Downloads

Publicado

2022-07-25

Edição

Seção

Artigos Originais