AS PRÁTICAS INTEGRATIVAS E COMPLEMENTARES NA ABORDAGEM DA DOR CRÔNICA MUSCULOESQUELÉTICA

  • Julia Coelho Braga Acadêmico do Curso de Medicina da Universidade de Vassouras.
  • Brendo Torres Costa dos Santos Acadêmico do Curso de Medicina da Universidade de Vassouras
  • Isabelle Oliveira Souza Lima Acadêmico do Curso de Medicina da Universidade de Vassouras
  • Maria Cristina Almeida de Souza Docente da Universidade de Vassouras.

Resumo

Introdução: a inserção das práticas integrativas e complementares (PICs) no Sistema Único de Saúde (SUS) configura uma ação de ampliação de acesso e qualificação de serviços. Com o envelhecimento da população, as dores crônicas
tornam-se mais comuns e o tratamento farmacológico, muitas vezes, não é suficiente, levando à busca por métodos
alternativos.

Publicado
2018-12-17
Seção
Notícias