Desenvolvimento das ações de um grupo de autocuidado em hanseníase como ferramenta de promoção da saúde

Palavras-chave: Hanseníase, Autocuidado, Atenção Primária à Saúde.

Resumo

O objetivo desse trabalho é apresentar as ações desenvolvidas em um ciclo anual do grupo de autocuidado para pessoas atingidas pela hanseníase de uma Unidade de Saúde de Família (USF) de um município do estado de Alagoas. Trata-se de um relato de experiência oriundo de um projeto de extensão. Os encontros foram marcados por momentos teórico-práticos que estimularam a consciência de risco das pessoas atingidas pela hanseníase e pelo protagonismo no processo saúde-doença. Assim, conclui-se que o grupo de autocuidado é um instrumento de empoderamento social vinculado à atenção básica, que tem como fundamento a promoção da saúde.

Biografia do Autor

Nataly Mayara Cavalcante Gomes, Universidade Federal de Alagoas - Ufal

Enfermeira pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal).

Amanda Maria Silva da Cunha, Universidade Federal de Alagoas - Ufal

Enfermeira pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal).

Ana Beatriz de Almeida Lima, Universidade Federal de Alagoas - Ufal

Enfermeira pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal).

Clodis Maria Tavares, Universidade Federal de Alagoas - Ufal

Docente da Universidade Federal de Alagoas (Ufal). Doutora em em Ciências - EERP-USP. Mestra em em Saúde Pública com área de concentração em Epidemiologia pela Universidade Federal do Ceará, Enfermeira pela Universidade Federal do Ceará.

Publicado
2020-06-23
Seção
Relato de Experiência