A utilização da classificação de risco familiar para a organização do processo de trabalho no âmbito da Estratégia Saúde da Família

Autores

  • Samuel Trezena Costa Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES) https://orcid.org/0000-0002-4217-1276
  • Ana Iza Saraiva Rodrigues Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES) https://orcid.org/0000-0002-3945-9623
  • Allana Ferreira e Silva Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES)
  • Bianca Caires Santos Pauferro Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES)
  • Gabriela Medeiros da Cruz Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES)
  • Aline Soares Figueiredo Santos Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES) https://orcid.org/0000-0002-3244-2378
  • Marinilza Soares Mota Sales Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES) https://orcid.org/0000-0002-4987-3879

DOI:

https://doi.org/10.34019/1809-8363.2020.v23.16538

Palavras-chave:

Estratégia Saúde da Família, Atenção Básica, Equidade da Saúde

Resumo

O presente artigo objetiva descrever o processo de estratificação de risco familiar e sua relevância, em uma equipe da Estratégia Saúde da Família (ESF), no município de Montes Claros, MG, Brasil. Relato de experiência de uma equipe multiprofissional em saúde, atuante em uma área adscrita. Foi utilizado instrumento de Classificação de Risco Familiar, idealizado pelo Plano Diretor de Regionalização da Atenção Primária à Saúde de Minas Gerais (PDAPS-MG) que avalia as famílias do território conforme duas dimensões (socioeconômica e presença de condições ou patologias prioritárias). Após o uso da ferramenta foi observada que 29,33% das famílias são sem risco; 29,19% de médio risco; 25,22% baixo risco e 2,88% são de alto risco. Após experiência, os profissionais da ESF avaliaram criticamente a importância da identificação das famílias com essas informações, pois permitem traçar o perfil da comunidade e organizar ações efetivas e resolutivas, seguindo o princípio da equidade em saúde. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Samuel Trezena Costa, Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES)

Graduado em Odontologia pela Universidade Estadual de Montes Claros (2018). Cursou especialização em Residência em Saúde da Família na Universidade Estadual de Montes Claros, UNIMONTES, Brasil.

Ana Iza Saraiva Rodrigues, Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES)

Cirurgiã-dentista, atualmente residente do Programa Multiprofissional em Saúde da Família do Hospital Universitário Clemente de Faria (HUCF)/ Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes).

Allana Ferreira e Silva, Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES)

Cirurgiã-dentista pela Universidade estadual de Montes Claros (Unimontes). 

Bianca Caires Santos Pauferro, Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES)

Cirurgiã-dentista pela Universidade estadual de Montes Claros (Unimontes). 

Gabriela Medeiros da Cruz, Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES)

Cirurgiã-dentista pela Universidade estadual de Montes Claros (Unimontes). 

Aline Soares Figueiredo Santos, Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES)

Doutora em Ciências da Saúde (Unimontes), mestra em Ciências da Saúde (Unimontes), pós-graduada em Saúde da Família pela Residência Multiprofissional em Saúde da Família (HU-Unimontes) e em Docência na Saúde (UFRGS). Professora do curso de Graduação em Odontologia da Unimontes.

Marinilza Soares Mota Sales, Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES)

Mestra em Odontologia em Saúde Coletiva pelo Centro de Pós-graduação São Leopoldo Mandic, Campinas-SP. Especialista em Saúde Coletiva-pela Associação Brasileira de Odontologia (ABO)- Belo Horizonte- MG. Especialista em Gestão da Clínica nas Regiões de Saúde pelo Instituto Sírio Libanês de Ensino e Pesquisa-SP. Graduada em Odontologia pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC)- Belo Horizonte-MG. Professora de Educação Superior do Curso de Odontologia da Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES e das Faculdades Unidas do Norte de Minas - FUNORTE/SOEBRAS.

Downloads

Publicado

2021-06-23

Edição

Seção

Relatos de Experiência