AVANÇOS E DESAFIOS PARA A IMPLEMENTAÇÃO DAS PRÁTICAS INTEGRATIVAS E COMPLEMENTARES NO BRASIL

  • Bárbara Oliveira Reis ¹Universidade Federal de Juiz de Fora. Faculdade de Medicina. Av. Eugênio do Nascimento S/Nº, Bairro Dom Bosco, Juiz De Fora, MG, 36038-330. Telefones: (32) 2102-3841/ 2102-3845
  • Larissa Rodrigues Esteves ²Universidade Federal de Juiz de Fora. Faculdade de Enfermagem. José Lourenço Kelmer, S/Nº, Campus Universitário, Bairro São Pedro, Juiz De Fora, MG, 36036-900. Telefone: (32) 2102 – 3821
  • Rosangela Maria Greco ²Universidade Federal de Juiz de Fora. Faculdade de Enfermagem. José Lourenço Kelmer, S/Nº, Campus Universitário, Bairro São Pedro, Juiz De Fora, MG, 36036-900. Telefone: (32) 2102 – 3821
Palavras-chave: antroposofia, fitoterapia, homeopatia, medicina tradicional chinesa, terapias complementares

Resumo

Analisou-se a conjuntura da produção científica, os avanços e os desafios para a implementação das Práticas Integrativas e Complementares (PIC) no Brasil. O estudo se deu através de Revisão Integrativa dos artigos indexados nas bases de dados bibliográficas da Rede Biblioteca Virtual de Saúde (BVS), selecionando-se 68 artigos. Notou-se que a região Sudeste permanece como polo científico e a maior parte dos estudos não possui nível de evidência significativo. No decorrer dos anos, houve pequeno aumento no número de estudos e maior comprovação da eficácia e eficiência das PIC em diversas áreas, porém, entraves relacionados à pouca formação profissional, má gestão do Sistema e concepções enraizadas na medicina alopática permanecem e dificultam a ampliação das PIC no país.
Publicado
2019-01-30
Seção
Artigos Originais