PRÉ-NATAL DO PARCEIRO NA PREVENÇÃO DA SÍFILIS CONGÊNITA

Autores

  • Heloisa Helena Lemos Horta Universidade de Franca
  • MAYARA FIDELIS MARTINS
  • Taymara Fernanda Nonato
  • Monica Isabel Alves

DOI:

https://doi.org/10.34019/1809-8363.2017.v20.16078

Palavras-chave:

Assistência pré-natal, atenção á saúde, sífilis congênita.

Resumo

O presente estudo trata-se de uma revisão bibliográfica que tem como objetivo destacar a importância do envolvimento do parceiro durante a gestação para saúde do trinômio (gestante-bebê-parceiro), enfatizando a prevenção da sífilis congênita na extensão da assistência pré-natal do parceiro. Foi realizado um levantamento nas bases de dados da Biblioteca Virtual em Saúde (BVS), de produções bibliográficas relacionadas ao tema, selecionando-se 17 artigos publicados em português e em inglês, entre 2001 á 2014. Os resultados demonstram que embora haja políticas públicas para acolher e prestar assistência integral a gestante e ao bebê, complicações referentes às doenças preveníveis durante a gestação e transplacentária ainda apresentam valores elevados, como a sífilis congênita. A enfermagem tem um papel fundamental neste contexto, pois acompanha a gestante durante toda a gravidez, parto e puerpério, acompanhando, orientando e acolhendo o trinômio gestante-bebê-parceiro. Conclui-se que o pré-natal do parceiro é uma estratégia recente e que sua presença durante a assistência pré-natal reduz violência doméstica, depressão puerperal, fortalece vínculo e tem proporcionado detecção precoce de sífilis e consequentemente de sífilis congênita.

Biografia do Autor

Heloisa Helena Lemos Horta, Universidade de Franca

Enfermeira. Mestre em Promoção da Saúde. Docente do Curso de Enfermagem da Universidade de Franca.

MAYARA FIDELIS MARTINS

Enfermeira. Pós graduação em Terapia Intensiva.

Taymara Fernanda Nonato

Enfermeira

Monica Isabel Alves

Enfermeira. Especialização em Saude da família.

Downloads

Arquivos adicionais

Publicado

2018-10-01

Edição

Seção

Artigos de Revisão