As possibilidades do espaço urbano para a prática de atividades físicas: a Academia a Céu Aberto de Belo Horizonte, Minas Gerais

Autores

DOI:

https://doi.org/10.34019/1809-8363.2020.v23.16013

Palavras-chave:

Promoção da Saúde, Determinantes Sociais da Saúde, Atividade Motora, Estilo de Vida

Resumo

Este artigo apresenta uma investigação da Academia a Céu Aberto (AaCA) como espaço para a prática de atividade física e promoção da saúde. O estudo, de abordagem qualitativa, foi desenvolvido com frequentadores de uma AaCA, de livre acesso, situada em Belo Horizonte, Minas Gerais. O conjunto do material empírico foi discutido sob orientação da Análise Crítica do Discurso. Os resultados indicam que o uso do espaço público para a instalação de uma AaCA concretiza-se como um esforço governamental atuando como alternativa ao sedentarismo para aqueles que não podem pagar por uma academia de ginástica privada. Os frequentadores reconhecem inúmeras possibilidades no uso da AaCA como o alongamento, a caminhada e o exercício de lazer denotando a sua multiplicidade e relevância na consolidação da Política Nacional de Promoção da Saúde. A academia pública provoca uma mudança espacial implicando em um novo arranjo do espaço urbano, e, promovendo novos padrões e novas formas de ação com o estímulo às atividades físicas. O seu uso se torna parte constituinte de uma nova convenção de uso da palavra academia o que se constitui como forma de dominação. Ademais, os participantes possuem um discurso favorável à promoção da saúde transcendendo as atividades físicas e reconhecendo a importância do espaço para a socialização e o lazer.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Juliana Alves Viana Matos, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

Enfermeira. Mestre em Enfermagem. Doutoranda em Enfermagem pela Universidade Federal de Minas Gerais na linha de Educação em Saúde.

Kênia Lara Silva, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

Enfermeira. Doutora em enfermagem. Professora adjunta do departamento de Enfermagem Aplicada da Escola de Enfermagem da Universidade Federal de Minas Gerais.

Roseni Rosângela Sena, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

Enfermeira. Doutora em enfermagem. Professora emérita do departamento de Enfermagem Materno Infantil da Escola de Enfermagem da Universidade Federal de Minas Gerais.

Downloads

Publicado

2021-06-23

Edição

Seção

Artigos Originais