EXPERIÊNCIA DE ACOMPANHAMENTO DA GESTÃO E ASSESSORIA TÉCNICA NAS UNIDADES DE ATENÇÃO PRIMÁRIA DO SANTA MARCELINA

Autores

  • Rodrigo de Novaes Lima Programa de Pós Graduação em Saúde Coletiva da UFSC
  • Monique Marie Marthe Bourget APS Santa Marcelina
  • Martim Elviro de Medeiros Junior APS Snata Marcelina
  • Henrique Sebastião France APS Santa Marcelina

Palavras-chave:

, Atenção Primária à Saúde, Qualidade da Assistência à Saúde

Resumo

Introdução- Em fevereiro de 2012 iniciou se na Casa de Saúde Santa Marcelina a prática de visitas dos gestores de território e assessoria técnica às unidades básicas de saúde, com discussão dos processos de trabalho que se embasava em três eixos: a gestão do acesso, a gestão do cuidado e a gestão da vulnerabilidade. Metodologia- Utilizou-se para a discussão, entre outros, dados do Sistema de Informação da Atenção Básica, dados de produção contemplando os eixos principais da Estratégia Saúde da Família e dados dos prontuários, com ênfase na qualidade a partir do alinhamento das práticas aos protocolos municipais e de especialidades. As discussões se baseavam nos dados produzidos pelas equipes e nos perfis epidemiológicos das famílias assistidas. Através da problematização dos contextos encontrados os profissionais da assistência contribuíam na sugestão de caminhos possíveis. Porteriormente agendava-se nova visita para reavaliação da mudança dos processos. Resultados- O modelo de discussão foi prontamente aceito pelos gestores, assessores técnicos e equipes de saúde e seus resultados foram observados tanto nos âmbitos locais quanto em indicadores abrangendo territórios mais amplos. Em uma unidade estudada houve aumento do número de consultas ofertadas pelos profissionais de mais de 28%. Nas regiões acompanhadas houve aumento do número de pacientes diabético que tiveram seus pés avaliados em  50% (12% antes; 18% após intervenção). O número de paciente com cura por tuberculose tiveram incremento de 20%.Conclusão- Dados apontando mudanças de caráter quantitativo e qualitativo da assistência, como melhor preenchimento do gráfico de crescimento na puericultura e pesquisa de lesão em órgãos alvo nos diabéticos, corroboram para salientar a importância da discussão dos processos de trabalho entre gestores e profissionais da rede. Palavras-chave: Atenção Primária à Saúde; Qualidade da Assistência à Saúde;  Indicadores de Qualidade em Assistência à Saúde.

Biografia do Autor

Rodrigo de Novaes Lima, Programa de Pós Graduação em Saúde Coletiva da UFSC

Médico de Família, Mestrando em Epidemiologia do Programa de Pós Graduação em Saúde Coletiva da UFSC, ex peceptor da Residência de Medicina de Família da Casa de Saúde Santa Marcelina,

Monique Marie Marthe Bourget, APS Santa Marcelina

Diretora da Atenção Primária da Casa de Saúde Santa Marcelina

Martim Elviro de Medeiros Junior, APS Snata Marcelina

Preceptor da Faculdade de Medicina Santa Marcelina

Henrique Sebastião France, APS Santa Marcelina

Assessor Técnico Médico da Casa de Saúde Santa Marcelina

Downloads

Publicado

2015-11-18

Edição

Seção

Relatos de Experiência