Chamada Veredas Temática 2019/1

2019-02-11

A língua latina constitui talvez a mais bem documentada tradição de textos produzidos ao longo da história. Com efeito, desde os primeiros documentos arqueológicos encontrados em variantes protohistóricas desta língua, em meados do século VII a.C., passando pela vigorosa tradição literária em seu período clássico e pós-clássico e ainda pelo monumental corpusde textos acadêmicos, religiosos e científicos, que revela o uso proficiente e produtivo dessa língua como expressão de uma cultura letrada até meados dos séculos XIX, o latim ocupa na história das línguas um papel de singular relevância também para a formação das línguas e literaturas românicas e instrumento de expressão e objeto de ensino em diferentes partes do mundo. Se essa língua oferece uma tradição crítica vigorosa no âmbito dos estudos filológicos e literários, por outro lado, um aspecto ainda pouco explorado nos estudos latinos é a sua potencial contribuição para o desenvolvimento de teorias, modelos de interpretação e análises linguísticas. Seja mediante um recorte microlinguístico –  fonologia, morfologia e sintaxe –, ou macrolinguístico – estudos sociolinguísticos, estudos do texto e do discurso – o latim configura, portanto, sistema e corpusrelevante em nossos dias. Nesta edição, acolheremos, portanto, contribuições que enfoquem estudos linguísticos do latim, dentro dos eixos abaixo:

  1. Aspectos prosódicos, fonéticos e fonológicos da língua latina
  2. Morfossintaxe do latim
  3. Teorias linguísticas aplicadas à língua latina
  4. Estudos sociolinguísticos e discursivos do latim
  5. Contribuições da linguística para reintepretação da tradição gramatical latina

 

Os artigos deverão ser submetidos até o dia 19/04/2019; de acordo com as normas contidas no guia para os autores.

IMPORTANTE: Em função de mudanças técnicas em andamento nesta plataforma, solicitamos que os autores encaminhem seus artigos para o email: revista.veredas@ufjf.edu.br 

 

-------------------------------------------------

Latin Linguistics

 

The Latin language constitutes, perhaps, the most well documented tradition of texts produced along history.  From the very first archeological documents in pre-historical varieties of this language, dated back the 7thcentury B.C., passing through its vigorous literary output in its classical and post-classical periods, until the monumental corpusof academic, religious and cientific texts up to the 19thc. A.D., Latin language reveals a proficient and productive use as a literate means of expression, standing out in the history of languages as inextricable part of the formation of romance languages and literatures, and object of teaching at a global scale. Even though having an important critical tradition on the domains of literary and philological studies, a relatively unexplored field in the Latin studies regard its potential for linguistic theory, models and analysis development. Either through a microlinguistic approach – phonology, morphology and/or syntax – or macrolinguistic – sociolinguistics, textual and discourse studies – Latin may become an interesting object also for Linguistics, as a linguistic system and corpusfor analyses.Therefore, in this edition, we will receive contributions which focus on Latin Linguistics, mainly on the following topics:

 

  1. Prosodic, phonetic and phonological aspects of Latin
  2. Morphossintax of Latin
  3. Language theories applied to the study of Latin
  4. Discourse and socio-linguistic studies of Latin
  5. Contributions from Linguistics to re-interpretation of Latin grammatical tradition

The articles must be submitted until 19thApril 2019