Gomes, A. “Na Primeira República, Praticar Espiritismo Era Cometer Um Crime indígena”. Sacrilegens , Vol. 17, nº 1, julho de 2020, p. 238-61, doi:10.34019/2237-6151.2020.v17.30474.