[1]
A. F. Ferreira Neto e S. Simões Braga, “Águas de Oxalá: o branco como símbolo e memória no microcosmo da cerimônia Nagô-Vodun”, SAC, vol. 16, nº 1, p. 301-312, out. 2019.