TRAJETÓRIA DE PESQUISA: A AUTOBIOGRAFIA COMO EXPERIÊNCIA FORMATIVA

Autores

  • Mylene Cristina Santiago

DOI:

https://doi.org/10.34019/2236-7268.2020.v10.33206

Resumo

A oportunidade de escrever sobre trajetória de pesquisa é um convite a reviver memórias e criar narrativas, considerando que a trajetória de pesquisa tem início na formação inicial do pesquisador e se trata de um processo sempre em construção, não limitei minha narrativa aos processos formativos voltados exclusivamente às experiências decorrentes do processo de mestrado e doutorado. Reviver memórias e contar história sobre como me constitui e, de forma contínua permaneço imersa em um processo formativo como pesquisadora, foi o principal objetivo desse artigo que assumiu dimensão de uma narrativa autobiográfica. Com a proposição de romper cercas e construir pontes, narro caminhos que perpassam por instituições, grupos de pesquisas e filiações teórico-metodológicas com as quais tenho dialogado no decorrer de minha trajetória de pesquisa.

 

Palavras-chave: Pesquisa. Formação. Autobiografia.

Biografia do Autor

Mylene Cristina Santiago

Professora Adjunta do Departamento de Educação da UFJF.

Downloads

Publicado

2021-01-12