ENTRE FIOS E CORTES: A PESQUISA COMO PROCESSO VIVIDO EM ALINHAVADO TEÓRICO-METODOLÓGICO

Autores

  • Juliana Maddalena Trifilio Dias

DOI:

https://doi.org/10.34019/2236-7268.2020.v10.33202

Resumo

Quem está no universo da pesquisa provavelmente já se perguntou: vou defender minha dissertação, tese ou TCC com o projeto que ingressei? A resposta para esta pergunta pode revelar modos de fazer ciência e concepções sobre trajetórias de pesquisa. Há quem responda: sim, será o mesmo. Mas há quem não vá esboçar esta certeza. E foi nesta possibilidade da dúvida que construí a pesquisa. Então, já anuncio que pratico um fazer da pesquisa que é construído no próprio percurso e não a priori. Com este modo, o caminho não é linear, ainda que o fio possa ser o mesmo. O artigo apresenta uma trajetória de pesquisa de doutoramento construída e vivida no encontro de fios teóricos, no tecer metodológico e em muitos cortes e alinhavados. A luz do artigo está sob a trajetória em sua potência reveladora de movimentos de uma pesquisadora em direção ao lugar geopsíquico.

 

Palavras-chave: Lugar geopsíquico; Inconsciente; Pesquisa; Psicanálise; Geografia Humanista.

Biografia do Autor

Juliana Maddalena Trifilio Dias

Professora da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Juiz de Fora, na área de Ensino de Geografia.

Downloads

Publicado

2021-01-12