DIÁRIO DE IDEIAS E SUAS POTENCIALIDADES PARA O PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM DA LEITURA E DA ESCRITA

  • Luciana Soares Muniz

Resumo

O presente artigo tem como objetivo apresentar aportes teóricos e metodológicos que fundamentam o trabalho com o Diário de ideias na escola, com o intuito de contribuir com o processo de ensino e aprendizagem da leitura e da escrita. Trabalho pautado na perspectiva cultural-histórica e em seu âmbito na Teoria da Subjetividade de González Rey, no campo da aprendizagem criativa com as contribuições de Mitjáns Martínez, bem como em nossas investigações no campo da aprendizagem criativa da leitura e da escrita (MUNIZ; MITJÁNS MARTÍNEZ, 2019). A utilização do Diário de ideias em contexto de sala de aula contribui para que a leitura e a escrita possam se constituir para estudantes e professores, processo de expressão, criação e comunicação, conectando as experiências da criança com o contexto escolar, em um processo de leitura de mundo, potencializando a qualidade de atuação com a leitura e a escrita no exercício protagonista da criança na sociedade.

Palavras-chave: Subjetividade. Leitura. Escrita. Aprendizagem. Diário.

Biografia do Autor

Luciana Soares Muniz

Professora da Área de Alfabetização da Escola de Educação Básica da Universidade Federal de Uberlândia (Eseba/UFU) e Doutora em Educação pela Universidade de Brasília (UnB), com ênfase na aprendizagem criativa da leitura e da escrita.

Publicado
2020-07-30