[1]
M. Silva, “Atresia de coanas bilateral em recém-nascido: relato de caso”, hu rev, vol. 40, nº 1 e 2, ago. 2015.