[1]
F. G. Cruz, P. da S. Gusmão, I. M. Dias, A. E. M. Oliveira, J. C. B. de Faria, e M. das G. A. M. Chaves, “Influência da placa estabilizadora nas relações estáticas maxilo-mandibulares e na sintomatologia dolorosa de pacientes com disfunção temporomandibular”, hu rev, vol. 37, nº 1, set. 2011.