Efeitos da política monetária sobre preços agrícolas e industriais

uma análise empírica para o Brasil pós-plano Real

  • Geraldo Lopes de Souza Junior
  • Maria Isabel da Silva Azevedo Alvim
Palavras-chave: Política monetária, Preços agrícolas, Preços industriais, Séries temporais

Resumo

O trabalho investiga as relações empíricas entre política monetária, representada através dos meios de pagamento (M1), e preços por atacado dos setores agrícola e industrial no Brasil, no período compreendendo janeiro de 1995 a janeiro de 2009. Através da metodologia de séries temporais, observou-se o grau de interação de curto e longo prazo entre política monetária e preços. Os resultados demonstraram que as variáveis não possuem um relacionamento de equilíbrio no longo prazo. No curto prazo foi detectada relações causais entre elas, sendo que alterações na oferta monetária (M1) precederam as modificações nos preços. Esse resultado evidenciou a exogeneidade da oferta monetária em relação aos preços aqui considerados. Na análise de respostas a impulsos, os preços agrícolas reagiram mais intensamente a choques em M1 e sua trajetória foi mais comportada quando comparada com os preços industriais. Em relação à interação entre os preços, os agrícolas influenciaram os industriais de maneira mais intensa quando comparada com a recíproca.

Publicado
2019-06-04
Seção
Artigos