Outra face da economia da Zona da Mata Mineira

produção agrícola de subsistência numa região de economia agro-exportadora – São Paulo do Muriahé (1848-1888)

  • Jamila Aparecida Silva Câmara
Palavras-chave: Inventários post-mortem, Agricultura, Propriedade

Resumo

O presente estudo atenta para a pesquisa regional na freguesia agrária de São Paulo do Muriahé, localizada na Zona da Mata Mineira, em meados do século XIX, no qual se acredita ter como eixo principal a produção cafeeira. Entretanto, através da análise dos inventários post-mortem da Comarca local arquivados no Fórum Tabelião Pacheco de Medeiros, observamos uma diversificação agrícola e não apenas uma produção cafeeira. Desta forma, temos como objetivo identificar os demais componentes da economia do período em questão, que poderia constituir um mercado paralelo ao eixo principal. O recorte temporal 1848 a 1888 se justifica pelo fato da data inicial ser responsável pelo primeiro documento encontrado no cartório local e a data limite marcar o fim do sistema escravista, permitindo obter um panorama desta produção no período proposto. Tal trabalho contribuirá para a compreensão histórica de uma região que só atualmente vem sendo alvo e referência para pesquisas acadêmicas.

Publicado
2019-05-27
Seção
Dossiê: HISTÓRIA AGRÁRIA