Aspectos fundiários em uma comarca no interior da Amazônia (Cametá, 1864 – 1873)

  • Francivaldo Alves Nunes
Palavras-chave: Fonte histórica, Fundiário, Propriedade, Amazônia, Século XIX

Resumo

Para os historiadores que se aventuram pelo mundo rural os Livros de Notas dos Juízes de Paztem se constituído como fontes primorosas no entendimento dos diversos desdobramentos em torno da questão fundiária no século XIX no Brasil. Procuramos a partir da análise desta documentação, desvelar aspectos significativos da estrutura fundiária na Comarca de Cametá, nordeste da província do Pará, a exemplo dos valores, local e a dimensão das propriedades; o que possibilitou o mapeamento de parte das terras possuídas e a configuração dessas posses. Esta documentação permitiu calcular os valores envolvidos nas transações de hipoteca das terras e a variação nos custos para sua aquisição. Em alguns dados das hipotecas são registrados as construções presentes nos terrenos e os tipos de cultivos, permitindo uma amostragem de aspectos da paisagem rural.

Publicado
2019-05-27
Seção
Dossiê: HISTÓRIA AGRÁRIA