Riqueza e escravidão em uma localidade da Zona da Mata Mineira - Santa Rita do Turvo 1850/59

  • Fernando A. Alves da Costa
Palavras-chave: Minas Gerais, Riqueza, Concentração, Século XIX, Escravidão

Resumo

Neste texto analisamos, em uma primeira etapa, os níveis de concentração e o padrão de composição da riqueza na localidade de Santa Rita do Turvo, Zona da Mata Mineira, na primeira década da segunda metade do século XIX. Em um segundo momento estudamos algumas características internas do principal grupo de ativos dos patrimônios dos indivíduos da localidade, os escravos. Dessa forma objetivamos qualificar a escravidão que vigorou na região, buscando identificar o tipo de economia e sociedade nela vigente. Ao longo das duas partes do trabalho segmentamos os inventariados por faixas de riqueza. Utilizamos como fonte documental principal um conjunto de inventários post-mortem dos habitantes da localidade abertos entre 1850/59, o que por si só traz nuances para a análise proposta, uma vez que somente tivemos acesso ao patrimônio dos indivíduos da localidade que faleceram no intervalo selecionado e que tiveram seus bens inventariados, e não a população como um todo.

Publicado
2019-05-24
Seção
Artigos