Dialética do esclarecimento

as (IN)consequências da razão em a fábrica de robôs, de Karel Tchápek

Autores

  • Gladson Fabiano de AndradeSousa

DOI:

https://doi.org/10.34019/1983-8379.2019.v12.28037

Resumo

O presente trabalho tem como objetivo analisar como se configura a crítica à ideia de progressovinculadaaodesenvolvimentotécnico-científiconapeça A Fábrica de Robôs,do checo Karel Tchápek, publicada em 1920. Como embasamento teórico, serão utilizados os pressupostos dos filósofos Adorno(2006) e Horkheimer(2006;2015),notocanteàcríticaaoprocessodeesclarecimento ocidental, sobre o qual afirmam que a razão foi instrumentalizada, perdendo, assim, sua capacidade crítica e se transformando em instrumento de dominação ealienação.

Downloads

Publicado

2019-09-13

Edição

Seção

Artigos